Presidentes de tribunais de Justiça do Brasil participam de encontro na Bahia

Postado em set 26 2014 - 9:55am por Jornal da Chapada
foto

O governador Jaques Wagner reiterou que o Poder Judiciário é o que garante a democracia no Brasil | FOTO: Reprodução/Secom |

Para celebrar os avanços e discutir os próximos passos do Poder Judiciário no Brasil, presidentes, vice-presidentes e representantes de tribunais de Justiça do Brasil estão reunidos, até sábado (27), no 100º Encontro do Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil (CPPTJB). O governador Jaques Wagner, o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), desembargador Eserval Rocha, e a presidente em exercício do Superior Tribunal Federal (STF) e presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Carmen Lúcia, participaram, na noite desta quinta-feira (25), da abertura do evento, que está sendo realizado no Hotel Grand Palladium, em Imbassaí, no município de Mata de São João.

O governador Jaques Wagner reiterou que o Poder Judiciário é o que garante a democracia no Brasil. “Se a democracia é o império da lei, são os senhores e as senhoras do Poder Judiciário como um todo quem garantem este império”. Wagner afirmou que, ao longo dos últimos oito anos, manteve uma relação independente e harmônica com o Judiciário, o que gerou resultados positivos. “Quando cheguei ao governo, criamos o Colégio de Presidentes de Poderes, com o Judiciário, o Legislativo, o Executivo e o Ministério Público. Abordamos uma agenda com temas de interesse da sociedade baiana”. O desembargador Eserval Rocha ressaltou que o CNJ tem sido um parceiro do TJBA. Ele agradeceu ao chefe do Executivo estadual pelo bom relacionamento com o Poder Judiciário baiano. “Agradeço também a todos os senhores por terem escolhido a Bahia para este evento”.

Estratégia conjunta
As estratégias conjuntas em prol das defesas dos interesses da Justiça dos Estados em nível nacional também serão discutidas nos próximos dias pelo colegiado. O presidente do CPPTJB, Milton Nobre, explicou que a realização do encontro no estado se deve ao fato da Justiça brasileira ter iniciado na Bahia. “O tribunal mais antigo das Américas, ou pelo menos da América Latina com certeza, é o tribunal baiano. Portanto, é simbólico que o nosso centésimo encontro se faça onde tudo começou”. Além do governador Jaques Wagner, 15 policiais militares do Esquadrão de Polícia Montada também deram as boas vindas e fizeram a formação denominada ‘Guarda de Lanceiros’. A defensora-pública geral da Bahia, Vitória Beltrão Bandeira, entre outras autoridades, também participou da abertura do 100º Encontro do CPPTJB.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.