Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

13 deputados estaduais baianos tentam uma das vagas para a Câmara Federal

camara
Cerca de 42% dos vereadores de Salvador disputarão vagas à Assembleia ou Câmara Federal | FOTO: Reprodução |

No emaranhado de pesquisas, suposições e probabilidades pelo histórico de atuação política e densidade eleitoral, só existe uma informação certeira: no mínimo, a Bahia terá 13 novos nomes na próxima legislatura que não atuaram nesta que se finda em dezembro próximo. Os dados são corretos pelo quantitativo de postulantes que desistiram de participar da eleição deste ou alçaram novos voos na concorrência pela Câmara Federal. Desistiram da disputa Carlos Gaban (DEM), Graça Pimenta (PMDB), Maria Luiza Laudano (PSD), Maria Luiza Orge (PSC), Luciano Simões (PMDB), Joacy Dourado (PT) e Herbert Barbosa (DEM).

Dos desistentes, pelo menos Maria Luiza e Simões tentam emplacar seus filhos como herdeiros políticos e das suas vagas. São eles Paulo Henrique Carneiro (PSL) e Luciano Simões Filho (PMDB), respectivamente. Já Cacá Leão (PP) e Mário Negromonte Jr. (PP) buscam herdar as vagas deixadas pelos pais. Também seguem na concorrência por Brasília Elmar Nascimento (DEM), Paulo Azi (DEM), Ronaldo Carletto e Yulo Oiticica (PT).

Em outro Legislativo que poderá haver mudança no cenário do quadro atual é a Câmara de Vereadores de Salvador. Cerca de 42% dos vereadores disputarão vagas à Assembleia ou Câmara Federal. Um total de 18. Destes, somente Alan Castro (PTN), Heber Santana (PSC) e David Rios (Pros) foram os únicos que se licenciaram e os suplentes assumiram mandato, fato que já reorganizou as cadeiras do centro legislativo da Praça Municipal. Extraído da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios