Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Rui Costa ainda define com lideranças nomes que vão compor o secretariado

costa
O governador eleito segue negociações para montar seu secretariado | FOTO: Divulgação |

O governador eleito Rui Costa (PT) ainda segue no desafio de definir aqueles que serão seus auxiliares diretos na gestão a ser iniciada a partir de 1º de janeiro. O anúncio, que ficaria para esta quinta-feira, deve ser novamente adiado para sexta-feira, já que além dos diálogos mantidos com os dirigentes partidários, o petista cumpre atividades em João Pessoa (PB), no encontro de governadores e em Brasília. Enquanto a relação de nomes para equipe não fica pronta, o clima ferve nos bastidores, com rumores de insatisfações e muita conversa para contornar as queixas.

Alguns especulados já trataram de desfazer as perspectivas de disputa. O deputado federal Nelson Pelegrino (PT), que segundo os bastidores disputa o comando da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (fusão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e a de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza), negou que haja conflitos internos. “Não há desconforto. Diante da minha tranquilidade frente a este processo, continuo cumprindo as minhas funções parlamentares”, disse.

Segundo ele, o processo está sendo conduzido pelo PT baiano, através do presidente, Everaldo Anunciação, “em plena concordância com todas as lideranças partidárias”. Em nota, Pelegrino, porém, afirma que esteve reunido com Rui e as demais lideranças da legenda para fazer um balanço político das eleições e pensar as perspectivas para os próximos anos. O parlamentar mostra confiança na formação da equipe pelo governador eleito. Consta que o deputado federal Valmir Assunção (PT) também estaria de olho na vaga da pasta de Direitos Humanos.

No PSD há rumores também de suposta insatisfação, já que o partido pleitearia a Secretaria de Saúde, com rumores de que o governador já teria colocado em sua cota pessoal. Interlocutores do futuro gestor, entretanto, enfatizam que o adiamento se daria por estar em jogo o perfil bastante criterioso de Rui. “Ele tem respeitado a todos, mas também tem pedido compreensão, pois quer acertar em cheio”. Extraído da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios