CidadesCuriosidadesMenu Principal

Dirigente petista faz conjuntura política de Salvador em artigo; confira aqui

rinaldo
O dirigente municipal do PT de Salvador. Rinaldo Rossi | FOTO: Divulgação |

O dirigente petista e chefe de gabinete do vereador Luiz Carlos Suíca, Rinaldo Rossi, escreveu um artigo sobre a atual conjuntura política do PT em Salvador. O texto foi publicado com exclusividade no site Bahia Notícias e também traz relatos internos da sigla e os desafios da oposição soteropolitana para 2015. Trançando um panorama sobre os conceitos de esquerda e direita, Rinaldo acredita que o bloco político liderado pelo atual governador da Bahia Rui Costa é de centro-esquerda. “Com os primeiros dias de mandato já demonstra ser político que governa com objetivos estratégicos e uma articulação afinada, que deverá organizar sua base em Salvador e está mais presente na cidade e acompanhando a própria Câmara Municipal”, destaca Rossi em artigo.

Ainda de acordo com o dirigente petista, “o Partido dos Trabalhadores sempre empunhou candidaturas fortes na capital, chegando ao segundo turno nas últimas duas eleições municipais”. “O partido vivia um contexto de falta de unidade interna, que se expressava em posições diversas dentro da própria bancada de vereadores. A eleição de Everaldo Anunciação para a presidência estadual do PT promove um novo alinhamento entre partido e a bancada municipal que deve se consolidar com as escolhas das lideranças do partido e oposição na Câmara. Neste caso, espera-se da bancada em 2015 e 2016 votos unificados em todas ou quase todas as matérias”.

Sobre a habilidade política do chefe do Executivo baiano, o petista aponta que Rui Costa e sua forte presença junto ao eleitorado “tem revertido o quadro antes traçado pelos opositores do governo estadual”. “A tese de que o PT estaria a caminho da guilhotina na Bahia tem se provado equivocada. Ou seja, no que se refere à coalizão partidária em Salvador, o bloco de centro-esquerda já possui densidade para competir com Neto, leia-se: PT, PCdoB, PSB, PSD, PTN, PHS fechados, e o PDT dividido. Com campo para crescer o vínculo com partidos como PV, PR, PP, PRB, entre outros”, completa.

Leia artigo completo aqui…

Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas