Justiça obriga Google a retirar do ar vídeo de sexo gravado no carnaval de Salvador

Postado em mar 12 2015 - 10:31am por Jornal da Chapada
carnaval

Os autores da ação, Paulo Sérgio Andrade Pinheiro e Nayana Almeida Alvarenga, alegam não estar nas cenas do vídeo, apesar de seus nomes e fotos terem sido vinculados às imagens | FOTO: Meramente Ilustrativa/Arquivo |

De acordo com matéria do jornal A Tarde uma decisão da justiça baiana obriga o site de busca Google a retirar do ar um vídeo onde um casal aparece fazendo sexo ao luz do dia, em via pública de Salvador durante o carnaval deste ano. A sentença foi divulgada na edição da quarta-feira (11), no Diário do Judiciário da Bahia. Assinada pelo juiz Argemiro de Azevedo Dutra, a decisão estabelece multa diária de R$ 10 mil, limitada a R$ 1 milhão, em caso de descumprimento da sentença. Os autores da ação, Paulo Sérgio Andrade Pinheiro e Nayana Almeida Alvarenga, alegam não estar nas cenas do vídeo, apesar de seus nomes e fotos terem sido vinculados às imagens.

Os dois afirmam que tomaram conhecimento do material por meio do aplicativo Whatsapp no dia 23 de fevereiro e ficaram surpresos ao verificarem que suas imagens estavam sendo ligadas ao mencionado vídeo. Na decisão, o juiz acata o pedido da defesa. “A circulação desse vídeo, associado aos nomes dos autores e mesmo a uma fotografia de conteúdo normal, sem que se tenha parâmetros de certeza quanto à identidade dos figurantes, representa circunstância de alta temeridade e extravagante dano à imagem dos autores”. O jornal A Tarde entrou em contato com o Google, mas até a publicação da matéria não obteve resposta. Já o juiz do caso preferiu não se pronunciar. As informações são do site do A Tarde.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.