Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCulturaCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Diálogo das Águas debate gestão sustentável da Bacia do Rio Paraguaçu

foto2
Seminário e oficina realizados pelo projeto Semeando Águas no Paraguaçu mobilizaram a sociedade na discussão sobre a gestão das águas | FOTO: Reprodução/Conservação Internacional |

Cerca de 300 pessoas participaram do seminário Diálogo das Águas, que aconteceu no último dia 25 de março no auditório da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), em Seabra, na Chapada Diamantina. O evento reuniu agricultores, representantes do poder público e da sociedade civil, produtores rurais, professores, estudantes e comunidades de toda a região do Alto Paraguaçu em uma discussão sobre a importância da gestão dos recursos hídricos na Bacia do Rio Paraguaçu. O evento chamou atenção para a necessidade de se fomentar o diálogo sobre a gestão das águas nos diferentes setores da sociedade, levando a discussão para as escolas e os jovens, promovendo uma visão local e global sobre o assunto e estimulando a participação política nas decisões sobre uso da água.

Alguns temas foram levantados pelos participantes, a exemplo da necessidade de fortalecimento do Comitê da Bacia do Paraguaçu e a criação da Agência da Bacia, através da cobrança pelo uso da água, recuperação das matas ciliares, incentivo através do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), instrumentos estes que podem contribuir para a melhoria da gestão das águas na Bacia do Paraguaçu. Para Rogério Mucugê, coordenador do projeto Semeando Águas no Paraguaçu, “este evento proporcionou a socialização das metodologias de gestão de águas no Brasil que estão sendo referência nacional, possibilitando que haja maior envolvimento e engajamento da sociedade nas questões relacionadas à água dentro de uma abordagem territorial”.

A mesa de abertura foi formada pelo Secretário de Meio Ambiente da Bahia, Eugenio Spengler, pela representante da Gerência Executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Ana Balogh, pelo diretor de estratégia terrestre da Conservação Internacional (CI-Brasil), Beto Mesquita, e por representantes da Prefeitura Municipal de Seabra, do Comitê da Bacia do Paraguaçu, do Conselho de Desenvolvimento Territorial da Chapada Diamantina (CODETER) e da Promotoria Regional Ambiental do Alto Paraguaçu. Durante os debates foram apresentados projetos e experiências de sucesso em gestão das águas no país – o programa Cultivando Água Boa (PR), da Itaipu Binacional; o programa Conservador de Água do município de Extrema (MG); e a experiência de gestão do Comitê de Bacia do Guandu (RJ).

foto222
Carta de Seabra foi construída pelos participantes da oficina para solicitar medidas emergenciais para a recuperação da bacia | FOTO: Reprodução/Conservação Internacional |

Pacto pelas Águas
No dia 26, ocorreu a oficina Pacto pelas Águas, onde cerca de 30 representantes de instituições da bacia do Paraguaçu construíram a “Carta de Seabra”, que solicita ações emergenciais para a revitalização da bacia hidrográfica do Rio Paraguaçu, uma das mais estratégicas para o estado da Bahia. Ela se localiza em 86 municípios e é responsável por 60% do abastecimento da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Carta de Seabra
Esta carta conclama a responsabilidade de todos para planejar e firmar um pacto conjunto entre sociedade civil, empresas e governos (municipal, estadual e federal), fomentando e orientando compromissos, assumindo e cumprindo ações, sejam elas individuais ou coletivas, exigindo encaminhamentos para a revitalização da bacia hidrográfica. Ela será enviada ao Comitê de Bacia do Paraguaçu, bem como ao Conselho de Desenvolvimento Territorial da Chapada Diamantina (CODETER), de forma que esses colegiados possam encaminhá-la aos diversos setores responsáveis pelos pleitos elencados na carta. Nela, estão inseridas as temáticas restauração e conservação ambiental, planejamento e gestão do território, saneamento ambiental, identidade cultural e educação ambiental.

foto43
Participantes debateram a situação do Rio Paraguaçu na Chapada Diamantina | FOTO: Reprodução/Conservação Internacional |

Semeando Águas no Paraguaçu
O seminário Diálogo das Águas e a oficina Pacto pelas Águas são ações do projeto Semeando Águas no Paraguaçu, uma iniciativa da Conservação Internacional (CI-Brasil) em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente da Bahia e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), com patrocínio da Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental. Entre seus objetivos, o projeto visa mobilizar os agentes locais em prol da recuperação da bacia do Paraguaçu, implantando ações que sirvam como referência para a adequação das propriedades rurais, promovendo a recuperação de matas ciliares e nascentes. Saiba mais sobre o projeto visitando o site www.semeandoaguas.org.br e a página no Facebook www.facebook.com/semeandoaguasnoparaguacu.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios