Documento resgatado pela Comissão da Verdade revela censura em shows na época da ditadura

Postado em abr 6 2015 - 4:00pm por Jornal da Chapada
comissão

O ofício foi localizado no Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, pela Comissão Estadual da Verdade | FOTO: Meramente Ilustrativa/Reprodução/Internet |

A Comissão Estadual da Verdade da Bahia (CEV-BA), resgatou um documento que constata a censura na realização de shows no período da ditadura militar. Na época era comum os órgãos de segurança enviarem agentes para assistirem aos shows de compositores, considerados ‘subversivos’, e depois fazer um relatório. Isso aconteceu, por exemplo, com Chico Buarque de Holanda e Caetano Veloso no show ‘Encontro’, apresentado no Teatro Castro Alves (TCA), em novembro de 1972.

No ofício intitulado ‘Informação’, o inspetor Eduardo Henrique de Almeida encaminha ao superintendente regional do Departamento de Polícia Federal as informações sobre o show de Chico e Caetano, fornecidas pelo coronel Juarez, da Aeronáutica, “que presenciou durante a referida apresentação cenas que feriam a moral das famílias ali presentes, bem como atitudes do Sr. Caetano Veloso que de certa forma indispôs (sic) o público contra as autoridades presentes”.

O ofício foi localizado no Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, pela Comissão Estadual da Verdade e consta no primeiro relatório parcial da CEV-BA entregue ao então governador Jaques Wagner, em dezembro de 2014. O mesmo pode ser acessado no site da Secom.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.