Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Não há ação contra minha pessoa, diz o deputado Imbassahy

dep
O parlamentar baiano Antônio Imbassahy | FOTO: Reprodução |

Vice-presidente da CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados, o baiano Antônio Imbassahy, do PSDB, afirma que não está sendo acusado de irregularidades por desvio de R$ 166 milhões das obras do metrô de Salvador durante sua gestão como prefeito, em 1999. O tucano foi citado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que detectou desvio de recursos pelas empreiteiras no esquema de propina em contratos com a Petrobras. O TCU responsabiliza gestores indicados por Imbassahy, além das empresas que deverão ser investigadas por ele mesmo na condição de vice-presidente da CPI da Petrobras. Em entrevista à rádio Metrópole, o tucano diz que “em nenhum momento” seu nome é vinculado ao desvio de verba e que não há acusação com seu nome.

Leia também:
Vereador quer investigação profunda dos desvios de recursos do metrô na gestão de Imbassahy

Ele volta a dizer que o PT quer desviar o foco das investigações do “petrolão” e que “os petistas querem macular” sua imagem. “É importante destacar que não tem nenhuma acusação contra minha pessoa. O que está sendo citado por alguns petistas é que algumas empresas contratadas estão envolvidas no petrolão. Como também é verdade que essas empresas continuaram trabalhando quando (Jaques) Wagner era governador e continuam com o governador Rui Costa”, diz Imbassahy. Tramita na Câmara Municipal de Salvador pedido de criação de uma comissão especial de inquérito (CEI) e na Assembleia Legislativa da Bahia há requerimento para instalação de uma CPI para investigar o tucano. Do site Brasil 247/Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios