Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Governador Rui Costa entrega moradias e cisternas em Amargosa

foto
O governador durante ato de inauguração do empreendimento do Minha Casa, Minha Vida | FOTO: Manu Dias |

A nova residência da dona de casa Gilciane Espírito Santo, 22 anos, adquirida por meio do programa Minha Casa Minha Vida, vai substituir a antiga, localizada em área de risco e construída com adobe, material impróprio por ser o habitat ideal para insetos como barbeiro, que transmite a doença de chagas, e escorpiões. Ela, o gari Evandro Santana, 26, e três filhos são uma das 201 famílias que receberam do governador Rui Costa, nesta quinta-feira (18), o imóvel próprio no município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá.

Segundo o governador, cada casa custou em média R$ 56 mil. Quem paga menos, paga R$ 25, e quem vai pagar mais, são R$ 80 por mês, a depender da renda, durante dez anos. “Em média, cada morador vai pagar, então, R$ 6 mil ao todo. Os outros R$ 50 mil serão pagos pelo governo federal, com o dinheiro dos impostos e também com as prestações de quem está recebendo. Por isso, é tão importante pagar em dia”.

Rui Costa afirmou ainda que só quem já morou de aluguel ou de favor sabe as dificuldades que a família passa. “Se tem qualquer dificuldade, o proprietário pode pedir a casa a qualquer hora, o morador pode passar por um constrangimento a qualquer momento. Isso está chegando ao fim para três milhões de famílias em todo o Brasil, 280 mil só na Bahia, que até o ano que vem terão a casa própria”.

Mudança de vida
Gilciane disse que está aliviada de sair da casa onde morava, em local próximo a encostas que podem causar acidentes. “Agora, é vida nova. A casa é alegre, é nossa, não é mais emprestada. O lugar é lindo, tem área para as crianças brincarem”. De acordo com ela, há casos de morte de vizinhos da antiga casa, que foram contaminados pelo barbeiro. “Outro dia encontrei um escorpião em cima da cama e, na semana passada, achamos uma cobra dentro de casa. Não precisamos mais ter medo disso. Nós estamos realizando um sonho”.

A área externa do residencial Cidade Jardim é ampla, cercada de serras, com bela paisagem. As casas possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro, alguns adaptados para portadores de necessidades especiais que também contam com um projeto adequado, passeios com rampas e sinalizados em alto relevo. A cadeirante Marta Lourenço também é uma das beneficiadas. “Eu morava em casa emprestada, com muitas dificuldades por causa da minha condição. Aqui eu vou morar no imóvel e no residencial, todos adaptados. É a casa dos meus sonhos”.

foto2
201 famílias receberam do governador a casa própria | FOTO: Manu Dias |

Jovens, crianças e adultos já estão aproveitando o espaço para fazer eventos sociais nos quiosques e jogar bola na nova quadra. O estudante Alan Delon dos Santos, 12 anos, faz parte de uma escolinha de futebol. “A gente jogava em um campo de terra, as traves eram de bambu. Agora estamos jogando aqui, está bem melhor”. O treinador Alexandro Santos trabalha atualmente com 25 jovens. “Agora esse número vai aumentar, com certeza. Com essa quadra, a gente atrai as crianças, elas deixam de ficar por aí fazendo coisas erradas”.

Cisternas e títulos de terra
Na cidade, Rui Costa também entregou 566 cisternas e 191 títulos de terra. Também presente no evento, o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, afirmou que água de qualidade significa saúde e evita despesas do Estado nessa área. “Os títulos de terra têm dois significados, um é a cidadania. Quem mora no campo e não tem o título da sua terra não se sente cidadão, não se sente proprietário. O outro significado é a captação de recursos. Quem tem o título da terra tem também a possibilidade de se obter financiamento”.

Ainda na visita à cidade, o governador visitou duas escolas, o Centro Escolas Reunidas Almeida Sampaio e o Centro Educacional Rachel Macedo Vaz Sampaio.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios