Fim de semana terá tempo frio no interior; Chapada registra menores temperaturas

Postado em jul 3 2015 - 3:01pm por Jornal da Chapada
frio

Além do tempo frio (típico do inverno), a previsão de céu encoberto e chuvoso contribui para aumentar essa sensação, sobretudo, nas regiões mais elevadas, como na Chapada Diamantina e sudoeste | FOTO: Reprodução |

As condições do tempo previstas para o primeiro fim de semana de julho não devem ter mudanças significativas em algumas áreas da Bahia, a exemplo da faixa centro-oeste e norte do estado, onde predomina uma massa de ar seco. Nessas áreas, que inclui as regiões oeste, São Francisco e norte, além de deixar o tempo seco, a massa de ar contribui para elevar a temperaturas, que podem chegar aos 33°C. Estas máximas, normalmente, ocorrem no período da tarde, contrariando os baixos índices previstos para o período da noite e nas primeiras horas da manhã, quando as mínimas chegam aos 14°C.

Outro reflexo da permanência desse sistema é o aumento nos riscos de queimadas nessas regiões. Com a previsão de tempo quente e seco, somada à vegetação já ressecada, se mantém o alerta quanto aos cuidados na utilização do fogo, sobretudo, nas atividades agrícolas, como preparação do solo para o próximo plantio e/ou na renovação de pastos para os animais. Caso fuja do controle, o fogo pode dar origem a uma grande queimada, resultando em danos sociais, econômicos e ambientais irreversíveis.

Por outro lado, na faixa leste da Bahia, que inclui as regiões do Recôncavo, nordeste, sul e centro-leste das regiões da Chapada Diamantina e sudoeste, os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico continuam influenciando o tempo. A previsão é de céu encoberto e chuvoso na maior parte do período (como típico da estação do inverno). Mesmo sendo de fraca intensidade, mas de longa duração, a chuva é de grande importância para a agricultura. A chuva desta época do ano é a principal responsável pela boa produtividade de algumas culturas (a exemplo do feijão), tanto no Recôncavo quanto no nordeste do estado.

Temperatura
Uma frente fria, que está avançando pelo litoral da região Sudeste do País, é outro sistema meteorológico que pode intensificar os ventos e, consequentemente, a chuva nas regiões do Recôncavo e sul da Bahia. No entanto, as maiores chances são para as localidades mais próximas ao litoral e, possivelmente, a partir de domingo (5).

Além do tempo frio (típico do inverno), a previsão de céu encoberto e chuvoso contribui para aumentar essa sensação, sobretudo, nas regiões mais elevadas, como na Chapada Diamantina e sudoeste, onde são esperadas as menores temperaturas do estado (com mínimas de até 12°C). As baixas temperaturas também colaboram para a ocorrência de neblina, especificamente, durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã. Com isso, as atenções devem ser mantidas, principalmente, nas estradas.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, onde não são esperadas mudanças significativas nas temperaturas (com mínimas de 21°C e máximas de 29°C), ainda são os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico que mantêm o céu encoberto e chuvoso.

Maré e radiação
No sábado (4) e domingo (5), a maré deve atingir a altura máxima entre 5h e7h e entre 17h e 19h, com valores variando de 2,0 e 2,9 metros. Já as alturas mínimas devem ser registradas no período entre 23h e 1h e entre 11h 13h, com valores variando de 0,1 a 0,4 metro. As ondas previstas para esse período devem ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Com a chegada do inverno, normalmente, há uma redução na incidência de radiação solar no Hemisfério Sul, mesmo havendo predominância de céu com poucas nuvens. Consequentemente ocorre também diminuição nos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV), como os que estão previstos para sábado (4) e domingo (5) na Bahia, quando devem variar de 06 a 09.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes índices estão classificados nas categorias ‘alta e muito alta’. Por isso, é preciso manter cuidado quanto à exposição prolongada ao Sol, principalmente, nos horários das 10 às 16h, quando os efeitos danosos à saúde são maiores. A sugestão é utilizar protetor/filtro solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupa leve.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.