Garimpeiro da Chapada Diamantina recebe alta de hospital e será tratado em casa

Postado em ago 10 2015 - 5:29pm por Jornal da Chapada
foto

Seu Cori é renal crônico e cardiopata, e vem enfrentando a doença com força e determinação | FOTO: Reprodução/iBahia |

O famoso garimpeiro da região da Chapada Diamantina recebeu alta do hospital em Seabra, onde estava internado. No final de semana, Seu Cori já estava em sua casa, em Lençóis, na Chapada Diamantina, sendo acompanhado por familiares e amigos. O Jornal da Chapada entrou em contato com a filha do garimpeiro, Valéria Rocha de Oliveira de Queiroz, que explicou a situação em que ele se encontra e agradeceu a mobilização de todos nas redes sociais e nos meios de comunicação. Segundo Valéria, Seu Cori é renal crônico e cardiopata, e vem enfrentando a doença com força e determinação.

“Ele ficará em tratamento domiciliar, pois o hospital não tinha mais o que oferecer. A condição dele foi ficando cada vez mais delicada, não sendo possível a transferência. Ele não aguentaria viajar para ser transferido para outro hospital com maior suporte. Nós não encontramos, dentro de um tempo hábil, a viabilidade da transferência, e ele foi ficando cada vez mais debilitado, de modo que não daria mais para ele tentar, aí está em casa com a gente”, declara Valéria ao Jornal da Chapada.

A família agradece as tentativas de ajudar na transferência de hospital, mas informa que as condições não são mais favoráveis para Seu Cori viajar. De acordo com a filha Valéria, o garimpeiro passaria por um desgaste enorme caso fosse transferido, por isso ele está em casa, com acompanhamento. “Nós conseguimos uma enfermeira, que está dando todo o cuidado profissional possível. Ele está recebendo todo o carinho da família, e isso é bem importante, até porque ele está completamente lúcido, só seu corpo que está debilitado, pois ele é renal crônico e cardiopata”, completa.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

2 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.