CidadesCuriosidadesEconomiaEditorialMenu Principal

Governo estadual quer a final do futebol olímpico na Bahia

foto
As sedes das partidas de futebol serão no Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Manaus | FOTO: Divulgação/Setre |

O Governo do Estado está negociando trazer para Salvador a partida final do Torneio de Futebol Masculino dos Jogos Olímpicos da Rio 2016. A informação é do secretário estadual do Trabalho e Esporte, Álvaro Gomes, concedida durante reunião do Grupo de Trabalho (GT), criado para organizar os eventos dos Jogos Olímpicos de 2016 em Salvador. Titular da Setre anunciou nesta segunda-feira (31), que está negociando diretamente com o diretor executivo de Operações do Comitê Olímpico dos Jogos Rio 2016, Marco Aurélio Vieira, para que a partida aconteça na Arena Fonte Nova.

“A final está prevista para o Maracanã (Rio de Janeiro), onde também será encerrado os Jogos Olímpicos. O período entre a competição e a cerimônia de encerramento é muito curto e, pela logística, seria mais producente a mudança do local da partida para outro estado da federação. Vamos lutar para que ela seja aqui, em Salvador”, destacou o secretário.

As sedes das partidas de futebol serão no Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Manaus. A capital baiana vai sediar dez (10) partidas de futebol dos jogos, sendo sete (7) de equipes masculinas e três de times femininos. No torneio masculino serão 16 seleções participando e 12 no feminino, num total de 58 partidas. As seleções que virão à Bahia se hospedarão no mesmo hotel, para que todas desfrutem das mesmas instalações e não tenham tratamento diferenciado.

Ações integradas
Realizado na sede da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o encontro quinzenal tem por objetivo coordenar, promover e acompanhar ações integradas voltadas à sua realização. Presidido pelo secretário Álvaro Gomes, o Grupo de Trabalho (GT) é formado por secretários e representantes de 12 secretarias estaduais, além da Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações (Agerba).

O Grupo de Trabalho (GT) tem como responsabilidade promover o diálogo e avaliar as demandas do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. A organização, que já visitou Salvador, avaliou e selecionou os campos dos estádios metropolitanos Governador Roberto Santos (Pituaçu) e Manoel Barradas (Barradão), e o Centro de Treinamento Osório Vilas Boas, mais conhecido como Fazendão.

Documentos em debate
Ainda no encontro desta segunda-feira, foram discutidos a “Matriz de Responsabilidades” e a “Lista de Encargos”, documentos enviados pelo Comitê Organizador Rio 2016 para avaliação. Ficou acertado que nesta sexta-feira 4, a Secretaria Executiva do GT (Grupo Técnico) vai avaliar os itens em particular e na próxima terça-feira (8), em reunião fechada, apresentam as deliberações. Na terceira reunião quinzenal do GT, dia 14, o secretário e presidente do grupo, Álvaro Gomes, terá conhecimento do que o Estado tem a responder ao COB.

Outro tema do encontro foi a passagem da tocha olímpica na Bahia. Estão confirmadas as cidades de Salvador, Vitória da Conquista, Valença, Senhor do Bonfim, Porto Seguro, Paulo Afonso e Ilhéus. As sete cidades baianas fazem parte do grupo de 300 cidades brasileiras que vão receber o principal símbolo das Olimpíadas. A chama do maior evento esportivo do mundo chega ao Brasil em maio de 2016, levando a mensagem de paz, união e amizade aos quatro cantos do país.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo