CidadesCuriosidadesMenu Principal

Leur Lomanto Jr. condena série de homicídios no interior e cobra medidas do governo

foto
“Quantos mais vão precisar morrer para que o governo tome uma atitude efetiva?”, questiona o deputado | FOTO: Reprodução |

Demonstrando indignação com a situação de violência em Jequié, durante o final de semana, o deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB), questionou a falta de iniciativa do governo no combate a criminalidade na cidade e em toda a região do Vale do Rio de Contas. Oito homicídios e mais três tentativas de assassinato foram registradas no município entre sexta-feira e a noite de domingo, elevando o clima de medo e insegurança na população. O parlamentar voltou a defender a implantação da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe), na cidade, como iniciativa de repressão e patrulhamento tático contra a violência. A proposta foi apresentada pelo peemedebista este ano na Assembleia Legislativa.

“É grave a falta de atenção do governo em Jequié. Esperou chegar a essa situação de caos para convocar somente, ontem, a presença de mais policiais na cidade. Mas, a pergunta continua: – Quantos mais vão precisar morrer pra que essa gestão apresente medidas mais eficientes com uma política efetiva de combate ao crime em Jequié e municípios circunvizinhos?”, pergunta. Leur Jr. lembra que há muito tempo tem sido uma voz solitária na Assembleia Legislativa da Bahia, onde tem alertado para o horror que a bandidagem promove na cidade, com constantes assaltos e assassinatos.

“Sei que apenas a Cipe não resolve todo o problema, mas pode ajudar a minimizar o quadro, já que se trata de uma polícia mais preparada para atuar especificamente, no combate ao narcotráfico, às quadrilhas e bandos armados. As pessoas estão com medo de saírem de suas casas, os comerciantes já não suportam mais tantos prejuízos, enquanto os criminosos continuam soltos, provocando imensa insegurança”, enfatizou Leur Jr., lembrando a realização de audiências públicas e os apelos com campanhas na sociedade jequieense há alguns anos.

O parlamentar cita que outras medidas, além da Cipe, podem ser tomadas como a melhoria nas condições de trabalho dos policiais e mais investimentos na cidade. Em toda a região foram várias ocorrências no final de semana. Em Lafaiete Coutinho, microrregião de Jequié, homens fortemente armados com fuzis destruíram dois terminais de auto-atendimento, um do Banco do Brasil e outro do Bradesco e explodiram ainda um cofre da Agência dos Correios. Houve ataques também em Jaguaquara, Lajedo do Tabocal e Ubaíra.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios