CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Estradas na Chapada Diamantina serão recuperadas pelo governo baiano para movimentar turismo

foto
Falta de manutenção das estradas na região dificulta acesso para municípios com forte movimentação turística | FOTO: Reprodução |

Cercada por belezas naturais, a Chapada Diamantina ainda sofre com a falta de infraestrutura e de manutenção das estradas. Isso trava o turismo e também o escoamento de produção na região. Ciente dessas dificuldades, o Governo da Bahia, por meio dos secretários estaduais Josias Gomes (Relações Institucionais – Serin) e Marcus Cavalcanti (Infraestrutura – Seinfra), se reuniu nesta quarta (2) com 12 prefeitos de municípios da Chapada, todos integrantes do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Circuito do Diamante da Chapada Diamantina (CIDCD Chapada Forte) para traçar estratégias para resolver parte do problema.

foto2
Reunião entre prefeitos e secretários de estado é marcada por cobrança em infraestrutura | FOTO: Divulgação/Serin |

No encontro, os prefeitos chegaram a um consenso na tomada de decisão de quais seriam as obras de infraestrutura prioritárias, que serão impulsionadas pelo Governo do Estado, via Consórcio Chapada Forte. O Estado disponibilizará equipamentos para que 50 quilômetros de estradas sejam reparados, dando prioridade às estradas que dão acesso a seis grandes atrações turísticas da Chapada Diamantina.

O secretário de Infraestrutura comunicou aos 12 prefeitos que o Governo do Estado cederá maquinários, equipamentos, pneus, e outros itens para o Consórcio. “Há na região da Chapada cerca de 50km de estradas, que deverão ser reparadas para viabilizar a atração de visitantes para cerca de 6 atrações turísticas, incrementando a economia dos municípios ali localizados”, informa Cavalcanti.

foto5
O secretário da Serin, Josias Gomes, durante reunião com prefeitos | FOTO: Divulgação/Serin |

Para a maioria dos municípios da Chapada Diamantina, que possui uma população pequena e grandes extensões territoriais, a parceria com o Consórcio e com o Governo do Estado é fundamental para dar conta da demanda dos serviços de infraestrutura na região. Em texto enviado à imprensa, o titular da Serin, Josias Gomes defende que a “opção pelos consórcios intermunicipais é o melhor caminho para diminuir os custos de cada prefeitura. A experiência tem dado certo em Minas Gerais, Ceará, e outros Estados e, com certeza, terá pleno êxito também na Bahia”, completa.

Os prefeitos presentes no debate com o governo baiano representaram os municípios de Abaíra, Andaraí, Ibicoara, Iramaia, Iraquara, Itaetê, Lençóis, Marcionílio Souza, Mucugê, Nova Redenção, Palmeiras, e Seabra.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios