Salvador: Policial civil expulsa de shopping como ‘racista’ paga fiança e é liberada

Postado em out 1 2015 - 7:21pm por Jornal da Chapada
foto5

Mulher teria se negado a ser atendida por vendedor negro em loja | FOTO: Reprodução/Portal Metro 1 |

Foi liberada no início da tarde desta quinta-feira (1º), da Corregedoria da Polícia Civil, em Salvador, a policial que foi expulsa de um shopping em Salvador sob gritos de “racista” na noite de terça-feira (29). Núzia Santos de Aquino, de 49 anos é investigadora e está afastada da corporação por licença médica desde 2008. Ela é suspeita de ter cometido injúria racial contra o funcionário de um estabelecimento do shopping porque, segundo a denúncia de testemunha, teria se negado a ser atendida por um vendedor negro.

A Justiça arbitrou uma fiança de três salários mínimos para a liberação. A polícia informou também que, além de injúria racial, Núzia foi presa em flagrante por lesão leve. Ainda na terça-feira, ela foi encaminhada para a Corregedoria, que anunciou instaurar um procedimento administrativo disciplinar. Segundo a polícia, a suspeita está afastada dos serviços na polícia devido a problemas psicológicos. A licença médica vem sendo renovada desde 2008. Antes de ser afastada, ela atuava na Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso (DEATI). Com informações do Portal G1.

Confira vídeo postado pelo Portal Metro 1:

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.