CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Governador reforça na Itália parceria para produção de próteses na Bahia

foto5
O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, acompanhou o governador na visita em Milão e destacou a relevância da parceria com a empresa italiana | FOTO: Divulgação/GOVBA |

Mais um passo foi dado nesta quinta-feira (15), em Milão, na Itália, para a concretização do memorando de entendimento assinado em julho deste ano, em Salvador, entre o Estado da Bahia e a italiana Bioimpianti. O governador Rui Costa conheceu, nesta quinta, as instalações da empresa e discutiu com os gestores as próximas ações para a implantação no estado de um polo farmoquímico, biotecnológico e de produtos para a saúde.

A parceria envolve a transferência de tecnologia para a Bahiafarma e produção, pela empresa baiana, de próteses ortopédicas de primeira linha para atender a todo o mercado nacional. No último dia 6 de outubro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a Bahiafarma a iniciar a produção de prótese e outros materiais para saúde, como testes diagnósticos e materiais descartáveis. A estimativa é que, dentro de seis a oito meses, seja iniciada a produção que irá atender ao SUS da Bahia e de todo o Brasil.

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, acompanhou o governador na visita em Milão e destacou a relevância da parceria com a empresa italiana. “Na Bahia, essa notícia ganha particular relevância, pois a solução para o gargalo das cirurgias ortopédicas, que envolvem próteses de quadril, atende diretamente uma limitação antiga dos baianos. A Bahia possui o volume mais alto de implante de próteses de quadril em menores de 50 anos.”

Ainda segundo o secretário, as próteses produzidas pela Bahiafarma serão comercializadas com preços vantajosos para o SUS, permitindo aumentar significativamente o número de cirurgias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios