CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Alistamento do exército na Bahia poderá ser realizado pela internet

foto6
Após a inscrição, o jovem será informado sobre a data de comparecimento à instalação da força militar escolhida | FOTO: Agência Brasil |

O alistamento militar obrigatório de 2016 iniciará no dia 2 de janeiro e terá como novidade a inscrição via internet. A Bahia e mais oito estados foram contemplados pelo novo serviço das forças militares que dispensa a ida dos jovens às Juntas de Serviço Militar (JSM) de suas cidades munidos de certidão de nascimento ou documento equivalente, como carteiras de identidade, de motorista, e uma foto 3×4 recente.

Após a inscrição, o jovem será informado sobre a data de comparecimento à instalação da força militar escolhida (Exército, Marinha ou Aeronáutica) para participar da seleção geral ou ser dispensado. Quem não fizer o alistamento, deverá pagar multa, de acordo com a quantidade de dias que deixou de comparecer, e ficará impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargo público e fazer matrícula em universidades públicas.

Novidade
alistamento pela internet estará disponível também no Amapá, no Maranhão, em Mato Grosso, em Mato Grosso do Sul, no Pará, no Paraná, em Santa Catarina e em Sergipe. Neste caso, o prazo para a inscrição também termina no dia 30 de junho.

Quem mora no exterior deverá procurar os consulados ou embaixadas do Brasil para se alistar. Neste caso, o alistamento pela internet vale somente para jovens que residem em cidades atendidas pelos consulados de Hartford (Estados Unidos), Munique (Alemanha), Hamamatsu (Japão) e Porto (Portugal).

De acordo com o Ministério da Defesa, cerca de 2 milhões de jovens se alistam todos os anos, sendo que 600 deles participam da seleção geral e 200 são incorporados às Forças Armadas.  Com informações da Agência Brasil.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios