CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Pré-candidato à prefeitura de Jacobina é multado por propaganda antecipada

jacobina
O pré-candidato Luciano da Locar ainda não confirmou se vai recorrer da sentença | FOTO: Reprodução/Jacobina 24h |

O pré-candidato do DEM à prefeitura de Jacobina, na Chapada Norte, o empresário Luciano Antônio Pinheiro, mais conhecido como Luciano da Locar, foi condenado pelo juiz eleitoral da 46ª Zona, Bernardo Mario Dantas Lubambo, por prática de propaganda eleitoral antecipada. É a primeira sentença em relação ao pleito eleitoral de 2016. O juiz se baseou em representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, que denunciou Luciano da Locar por “prática de propaganda eleitoral extemporânea, em favor deste, mediante anúncios em outdoors em locais de grande circulação de pessoas na cidade de Jacobina, nos quais ele, pré-candidato assumido, era felicitado pela passagem de seu aniversário”, afirma a peça do MP.

Em sua defesa, Luciano da Locar alegou haver “falta de comprovação da autoria ou do prévio conhecimento da propaganda; que não foi o responsável pela veiculação da propaganda, inexistindo provas de que ele tivesse ciência ou houvesse anuído com a conduta; que na mensagem não há ‘qualquer referência de pedido explícito de voto’; que houve apenas ‘a intenção exclusiva de congratulações direcionadas por amigos e/ou familiares à pessoa de uma empresário conhecido da cidade que atuam há mais de duas décadas no mesmo ramo”; e que, avisado da representação, providenciou a retirada da mídia junto aos responsáveis”.

“Os outdoors, muito embora simulem uma felicitação destinada ao aniversariante (“Parabéns, Luciano da Locar, pelo seu aniversário’), sem margem de dúvida não o têm como o real destinatário. Na realidade, os destinatários reais são todos os que avistarem os anúncios, os quais expõem, com clareza, o nome e mesmo a imagem do futuro candidato. A veiculação do nome e da imagem do pré-candidato, em condições como essa, tem conotação propagandística que reclama censura da Justiça Eleitoral”, conclui o juiz, determinando o pagamento de multa no valor de R$ 7 mil.

O pré-candidato Luciano da Locar ainda não confirmou se irá recorrer da sentença. Outro pré-candidato à prefeitura de Jacobina, Amauri Teixeira (PT), também está respondendo ação movida pelo Ministério Público por suposta irregularidade em um evento promovido na entrega de tratores. Com informações do Jacobina 24 Horas.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios