CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Salvador: Evento promovido por coletivo trans e travesti lança curta metragem

forot67
O mini-documentário reúne fragmentos da cobertura da primeira edição do evento ‘De Transs pra Frente’ | FOTO: Reprodução |

A terceira edição do evento ‘De Transs pra Frente’, que acontece dia 3 de agosto, no Teatro Gregório de Mattos, lançará o curta-metragem de mesmo nome, com direção de Ted Ferreira e Trinka Filmes, que visa a promoção do protagonismo das vivências trans e travestis. A oportunidade é um momento de estimular o empoderamento destas identidades e a luta contra a transfobia. O mini-documentário reúne fragmentos da cobertura da primeira edição do evento De Transs pra Frente – projeto idealizado e produzido por um coletivo composto majoritariamente de pessoas trans e travestis –, e histórias de resistência a marginalização e apagamento em diversos espaços. O documentário foi pré-lançado no último Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica – VII CIPA, que aconteceu este mês na Universidade Federal do Mato Grosso.

Nesta edição, o projeto também traz a performance Emoldurada, de Jenny Müller, que reflete sobre alguns aspectos das violências sofridas por pessoas trans e travestis; debate acerca da representação midiática da população trans, com mediação de Théo Meireles (jornalista na Rede Bahia), e participação de Hilcélia Falcão (secretária de Planejamento Editorial no grupo A Tarde), Teresa Rocha (publicitária e fundadora da página Bonita Também) e Genilson Coutinho (fotógrafo e redator chefe no site Dois Terços); e a oficina da Ação TRANSformativa: Numerologia Pitagórica – Módulo Básico, ministrada pela foto-ativista e terapeuta holística Andréa Magnoni.

Ação TRANSformativa
Como o próprio nome já diz, são cursos e oficinas doadas por pessoas ou instituições com intenção de gerar conhecimento e formação técnica profissionalizante para pessoas trans e travestis. Todos nós sabemos que essa população é preterida no mercado de trabalho formal e, como muitas não têm apoio familiar, a capacitação profissional se faz necessária para lhes proporcionar geração de renda e autonomia. Nas últimas edições, realizada em junho e julho, foi ofertado o curso de Reiki I e II e outro voltado à execução de projetos culturais. As oficinas e mini-cursos são gratuitos para pessoas trans e travestis e R$ 50 para pessoas cis (não-trans). O valor é destinado à organização de outras ações pelo coletivo.

Programação:
14h – Oficina Numerologia Pitagórica/Módulo básico (gratuita para pessoas trans e travestis e R$ 50 para os demais).
18h – Lançamento do curta metragem De Transs pra Frente, de Ted Ferreira e Trinka Filmes (pague quanto puder).
18h20 – Roda de conversa Transgeneridade e a Mídia, com Théo Meireles (Rede Bahia), Hilcélia Falcão (Jornal A Tarde), Teresa Rocha (Bonita Também) e Genilson Coutinho (site Dois Terços) (pague quanto puder).
19h – Performance Emoldurada, de Jenny Müller (pague quanto puder).

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas