#Bahia: Ativistas pró-vaquejada se reúnem em Salvador neste final de semana

Postado em nov 3 2016 - 11:40am por Jornal da Chapada
foto

O evento tem a intenção de chamar a atenção da população sobre as implicações que a proibição dos esportes equestres pode causar à cultura e economia do país | FOTO: Reprodução |

Com a proibição das vaquejadas na Bahia, muitos dos envolvidos nessas atividades se sentiram prejudicados e, por conta disso, praticantes de cavalgada, vaquejada, rodeio, prova do laço, argolinha, ecoterapia, corrida de cavalo e demais esportes equestres praticados participarão, neste domingo (6), em Salvador, de grande mobilização. Cerca de 500 cavalos e uma centena de caminhões boiadeiros vão para a cavalgada que abre a programação da mobilização a favor dos esportes a cavalo. A saída vai ocorrer do Parque de Exposições (na avenida Dorival Caymmi) e a tropa segue em direção à Assembleia Legislativa da Bahia.

“O horário da saída foi definido com a Transalvador (Superintendência de Trânsito de Salvador) para não criar transtornos aos estudantes que farão as provas do ENEM”, informa o deputado estadual Eduardo Salles, um dos organizadores do evento, que conta ainda com a participação das entidades ligadas à prática dos esportes equestres. “Mas o desembarque dos animais no Parque de Exposições inicia a partir das 7h”, acrescenta o parlamentar. Ainda no domingo, na Assembleia Legislativa da Bahia, ocorre, às 17h, missa do vaqueiro. Na sequência, palestras e shows culturais encerram o dia. “Nossa intenção é que a família venha participar das atividades e descobrir o quanto a cadeia produtiva do cavalo movimenta na economia. Estamos montando toda a infraestrutura necessária para receber todos com conforto”, explica Eduardo Salles.

O evento tem a intenção de chamar a atenção da população sobre as implicações que a proibição dos esportes equestres pode causar à cultura e economia do país. O Brasil tem o terceiro maior rebanho de cavalos do mundo e a cadeia produtiva gerou R$ 16 bilhões de faturamento em 2015, criando 3,2 milhões de empregos diretos e indiretos. O evento continua na segunda-feira (7), às 9h, com a Sessão Especial, no plenário da Assembleia Legislativa. “Vamos contar com a participação de associações, entidades ligadas aos esportes equestres, deputados estaduais e a bancada baiana de parlamentares federais e senadores”, conta Eduardo Salles. Após a Sessão Especial, uma cavalgada está marcada para percorrer o Centro Administrativo da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.