Assessor de deputado Arthur Maia é preso acusado de fraudes em licitações

Postado em nov 30 2016 - 12:38pm por Jornal da Chapada
capa

André Luis Costa Donato era locado no gabinete do deputado federal Arthur Maia | FOTO: Montagem do JC/EBC e BN |

A operação Manipulação, em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e Controladoria Geral da União (CGU), na manhã desta quarta (30), levou à prisão preventiva do assessor parlamentar na Câmara dos Deputados André Luis Costa Donato – locado no gabinete do deputado federal Arthur Maia (PPS). Ex-secretário municipal de Administração da cidade de Guanambi (BA), Donato é acusado de fraude em licitação e de contribuir para o desvio de verbas da saúde do município baiano de Palmas do Monte Alto.

Segundo o MPF, o esquema foi descoberto pela CGU e investigado pela PF que, além de prender o ex-secretário municipal, cumpriu mandados de busca e apreensão na residência dele e na casa de Valdete Rosa Martins Prado, sócia da Limpel Comércio e Representações, empresa contratada, por licitação fraudada, para fornecer materiais e equipamentos para postos de saúde em Palmas de Monte Alto, em 2008. Além de Donato e Valdete Prado, o ex-prefeito de Palmas de Monte Alto Manoel Rubens Vicente da Cruz e mais cinco servidores municipais também estavam envolvidos no esquema.

As investigações apontam que André Donato foi o responsável pela montagem da licitação que levou ao desvio das verbas da saúde. O MPF informou que o assessor parlamentar já havia sido condenado pela Justiça Federal em Guanambi, também por fraude em licitações e por formação de quadrilha. Segundo o MPF, Donato está envolvido em outros episódios de fraude a licitações de prefeituras baianas e desvio de dinheiro público. No município de Pindaí, por exemplo, ele mantém contrato “supostamente fraudulento” com a prefeitura, para a prestação de serviço de transporte escolar, em empresas abertas em nome de “laranjas”.

Demissão
O ex-secretário de Guanambi, acaba de ser exonerado do cargo de assessor parlamentar do deputado Arthur Maia (PPS). A informação foi divulgada pela assessoria de Maia ao site Bahia Notícias. Conforme a assessoria de imprensa do deputado federal, a demissão serve para que o agora ex-assessor “possa se defender na Justiça” pelas acusações. A assessoria de Maia ainda afirmou que o deputado tomou conhecimento do caso pela imprensa, por isso não tem ligação com as denúncias. Da Agência Brasil e com informações do Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.