#Salvador: Tendência do PT recebe Wagner e Emir Sader para debater estratégias neste sábado

Postado em dez 15 2016 - 5:25pm por Jornal da Chapada
emis

O ex-governador Jaques Wagner e o sociólogo Emir Sader | FOTO: Divulgação |

Este sábado (17) em Salvador será de debates políticos no PAF III da Ufba, em Ondina, envolvendo a militância de esquerda do PT da Bahia. Promovido pela Esquerda Popular Socialista (EPS), tendência interna do partido, o encontro vai debater a conjuntura política do país pós-golpe com as presenças do ex-ministro e ex-governador Jaques Wagner, e do sociólogo e cientista político brasileiro, Emir Sader. Ambos farão explanações sobre o atual quadro e apontarão estratégias que o PT deve seguir para viabilizar o processo de renovação das direções, que acontece no mês de março de 2017. A militância petista terá acesso a amplo debate com os representantes da EPS, que compõe o Movimento OPTEI, do qual sairá um nome para a presidência do PT nacional.

O líder da EPS na Bahia, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) lembra da importância de ampliar os debates em todas as esferas e elevar os planos e as estratégias com pontos levantados por movimentos sociais, sindicais e populares. “É preciso voltar a inserir nos debates, de onde nunca deveriam ter saído, movimentos negros, de comunidades tradicionais, de luta pela terra, por moradia, sem falar na luta dos sindicatos, que estão combatendo as retiradas de direitos dos trabalhadores por esse governo golpista de Michel Temer. Por isso, este encontro será o pontapé inicial para traçarmos estratégias de como será pautado 2017, já pós o embate interno do processo de renovação das direções”, frisa Assunção.

Os petistas estarão no encontro para contextualizar os pontos mais importantes que devem focar a oposição ao governo interventor de Michel Temer, mas também para reformular conceitos do PT e modificar sua atuação nas bases, setoriais e movimentos sociais. Ambos os palestrantes, Wagner e Emir Sader, reúnem experiências políticas e sociais que vão nortear todo o encontro com a militância. O primeiro, forjado nos movimentos estudantil e sindical, foi governador da Bahia por duas vezes e atuou contra o golpe que afastou Dilma da presidência como ministro da Defesa e da Casa Civil. O segundo, graduado em Filosofia pela Universidade de São Paulo, mestre em filosofia política e doutor em ciência política por essa mesma instituição.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.