CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Chapada: Reunião em Piatã debate fortalecimento da ‘ARIE Nascente do Rio das Contas’

rio
A ARIE Nascentes do Rio de Contas foi criada pela necessidade de estabelecimento das áreas protegidas, dentro da categoria de uso sustentável no Estado | FOTO: Reprodução |

Na última quarta-feira (22) foi realizada uma reunião conjunta do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Contas (CBHRC) e do Conselho Gestor (CG), no município de Piatã, na Chapada Diamantina, com a presença de membros titulares e suplentes. O encontro foi realizado pelo Governo do Estado da Bahia, por intermédio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e deu passos importantes na última semana visando o fortalecimento da Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Nascente do Rio das Contas.

“O fortalecimento dos comitês gestores e dos conselhos temáticos é essencial para uma gestão participativa, democrática e transparente do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos na Bahia. Esperamos, até o final desta gestão, contribuir para uma maior aproximação entre os interlocutores do setor público e da sociedade civil nos fóruns de diálogo instituídos”, disse o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis. Já na quinta-feira (23), foi promovida uma capacitação voltada para os colegiados, sendo coordenada pela Diretoria de Estudos Avançados em Meio Ambiente (Deama), da Sema.

Atualmente o CG segue em trabalho conjunto com o CBHRC o que, segundo a presidente do Conselho, Maria do Rosário Maciel, técnica do Inema, classifica como positivo para os resultados alcançados. “Essa nossa convocatória mobilizou a presença de vários membros dos comitês do baixo sul e sul da Bahia para uma visita técnica onde conheceram a nascente e também outras bacias, vivendo um dia da água no município de Piatã. Um município especial por abrigar a nascente de três bacias: Contas, Paramirim e Paraguaçu”, pontuou a técnica. Para Rita de Cássia Braga, presidente do CBHRC, apesar das problemáticas é de extrema importância tratar sobre o assunto.

“Foi uma plenária extremamente importante, a segunda da minha gestão no comitê e a primeira do ano. Em conversa com membros de outros comitês, sempre achamos importante ter essas reuniões, e não só os encontros se resumirem as plenárias ordinárias e extraordinárias, quando assim for convocada. São quatro por ano e as demandas são grandes”, explicou Braga.

A ARIE Nascentes do Rio de Contas foi criada pela necessidade de estabelecimento das áreas protegidas, dentro da categoria de uso sustentável no Estado, com vistas a compatibilizar a conservação da natureza com o uso de parcela dos seus recursos naturais. Além da necessidade de contribuir para a preservação e a restauração da diversidade de ecossistemas naturais, além da proteção de paisagens naturais pouco alteradas e de notável beleza cênica, como é a área das Nascentes do Rio de Contas, rio de excepcional valor ambiental para o Estado.

A área da ARIE das Nascentes do Rio de Contas situa-se em 4.771 hectares dos municípios de Abaíra e de Piatã no extremo norte da sub-bacia, nas áreas de altitudes mais elevadas, acima de 1.600 metros. As terras que integram a poligonal da área ficam localizadas nas Serras da Tromba e Serra do Atalho. A área abriga as nascentes de um rio com potencial hídrico de importância para 63 municípios integrantes da Bacia do Rio de Contas, a maior bacia hidrográfica de rio inteiramente estadual. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios