Temer quer vender o Brasil e já começou a viajar para conseguir compradores, ironiza Suíca

Postado em ago 31 2017 - 3:19pm por Jornal da Chapada
sauica

No dia em que se completa um ano do impedimento contra a presidente Dilma (31 de agosto), o edil diz que “as provas contra a petista até hoje não apareceram | FOTO: Reprodução |

O pacote de privatizações do governo de Michel Temer (PMDB) continua causando críticas de diferentes setores da sociedade e, nesta quinta-feira (31), foi a vez do vereador soteropolitano Luiz Carlos Suíca (PT) ironizar o caso e cobrar a participação do povo nas decisões do governo federal. “Temer quer vender o Brasil e já começou a viajar para conseguir compradores. Soube que já apresentou parte do seu leilão para empresários chineses. A vergonha é o Brasil sair de uma economia progressiva e cair no ostracismo do neoliberalismo com um grupo de corruptos tentando vender a Eletrobras, a Casa da Moeda e até a Amazônia. A justiça federal em Brasília já cancelou qualquer decreto que acabe com reservas ambientais na Amazônia”.

Suíca ainda completa dizendo que “Temer está desesperado para pagar o preço que custou o posto que ele ocupa hoje, depois de trair Dilma e se aliar a Eduardo Cunha, Aécio Neves, Romero Jucá, Geddel e toda a trupe da direita que sonhava em chegar ao poder sem votos”. No dia em que se completa um ano do impedimento contra a presidente Dilma (31 de agosto), o edil diz que “as provas contra a petista até hoje não apareceram. Não houve pedaladas, não teve crime de responsabilidade. Não teve participação em ilegalidade alguma no processo da compra da refinaria de Pasadena, foi inocentada pelo Tribunal de Contas da União [TCU]. Quero saber, se isso não for um golpe contra a democracia como então devo nomear?”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.