Chapada: Ato ecumênico do MST em memória ao líder Márcio Matos será neste sábado em Iramaia

Postado em fev 20 2018 - 5:11pm por Jornal da Chapada
capa

Os militantes vão rememorar a história de luta de Marcinho e hastearão uma bandeira vermelha de repúdio ao assassinato do líder do MST | FOTO: Montagem do JC |

O líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na Chapada Diamantina, assassinado no dia 24 de janeiro, Márcio Matos, o popular Marcinho, será mais uma vez lembrado durante ato ecumênico em sua memória. Esse culto, segundo a direção do MST, acontece neste sábado (24), às 15h, quando se completa 30 dias de sua morte. Ainda conforme o movimento, o ato será um espaço reivindicatório, pois pretende cobrar celeridade nas investigações do crime que abalou todo o movimento na Bahia e no país, já que Marcinho tinha atuação política em diferentes regiões do estado e do Brasil.

Os militantes vão rememorar a história de luta de Matos e hastearão uma bandeira vermelha de repúdio ao ocorrido. Esse ato acontece no Assentamento Boa Sorte, em Iramaia, na região da Chapada Diamantina, local onde o dirigente foi executado a tiros. “A direção do MST explica que o evento será mais um espaço reivindicatório, pois pretende cobrar celeridade nas investigações, que, até então, estão sendo puxadas pelas Política Civil e Militar”, aponta texto publicado pelo site Voz do Movimento e enviado ao Jornal da Chapada. A militância, amigos e parceiros do MST já confirmaram presença.

Leia também
Chapada: Líder do MST na região Márcio Matos é assassinado no município de Iramaia
#Vídeo: Adeus ao líder do MST assassinado reúne multidão em Conquista; Rui Costa fala em execução

Mais informações
Políticos, movimentos e organizações sociais do campo e da cidade, nacionais e internacionais, emitiram notas de pesar em homenagem ao MST e familiares de Márcio Matos. Nos documentos, o sentimento de indignação e repúdio cobravam respostas concretas, como foi ressaltado na fala do governador da Bahia, Rui Costa, durante o velório. Rui afirmou que as providências seriam tomadas para solucionar o caso. “Determinei ao secretário de Segurança que montasse um grupo especial de investigação para que possamos chegar aos executores e mandantes”. Jornal da Chapada com informações do site Voz do Movimento.

Leia também
Chapada: Políticos e movimentos homenageiam líder do MST assassinado em Iramaia; polícia investiga crime
Chapada: Delegado inicia investigação do assassinato do líder do MST; oitivas acontecem em Iramaia

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.