Chapada: Quinze municípios da região completam 76 dias sem registro de crimes violentos, diz SSP

Postado em mar 6 2018 - 3:39pm por Jornal da Chapada
ssp

Abordagens e combate ao tráfico de drogas realizadas pelas polícias Civil e Militar têm contribuído para a redução de delitos | FOTO: Reprodução |

Quinze municípios baianos que compõem a 52ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) completaram, no dia 2 de março, 76 dias sem registros de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) – homicídios, latrocínios (roubo seguido de morte) e lesão corporal. A última ocorrência foi computada no dia 14 de dezembro do ano passado.

Visitantes e habitantes das cidades de Seabra, Abaíra, Novo Horizonte, Ibitiara, Boninal, Piatã, Brotas de Macaúbas, Ipupiara, Lençóis, Mucugê, Andaraí, Nova Redenção, Iraquara, Souto Soares e Palmeiras têm notado a presença contínua das ações preventivas realizadas pelas polícias Militar e Civil e que tem como principal finalidade combater o tráfico de drogas.

As 29ª e 42ª Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs Seabra/Lençóis), Companhia Independente de Policiamento Especializado Chapada, a 13ª Coordenadoria Regional de Policiamento do Interior (Seabra), as unidades das Rondas Especiais e a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) – unidades responsáveis pela área – atuam em conjunto nas operações de abordagens e nos cumprimentos de mandados de prisões.

“Realizamos abordagens em diversos povoados das cidades, principalmente finais de semana onde ocorre maior fluxo de movimentação devido a festas que acontecem nas localidades. Temos notado que as nossas ações têm inibido os crimes”, declarou o comandante do Policiamento da Região da Chapada, tenente-coronel PM Valter dos Santos Araújo.

Diretor do Departamento de Polícia do Interior, o delegado Flávio Góis, apontou o reforço nas ações investigativas em relação às quadrilhas que atuam no tráfico de drogas, mas também não deixou de pontuar a repressão a outros tipos de crimes na região. “Não podemos esquecer que é muito comum o registro de crimes passionais nas cidades menores, mas ainda esta categoria o trabalho conjunto conseguiu manter em baixa”, destacou. As informações são da SSP.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.