Chapada: Gruta da Lapa Doce encanta visitantes com seus salões e formações geológicas

Postado em mar 26 2018 - 8:48pm por Jornal da Chapada
gruta

Turistas que passam pela gruta não deixam de se encantar com as formações da natureza | FOTO: Divulgação/Nondas Pereira |

Não é por acaso que a Gruta da Lapa Doce, em Iraquara, na Chapada Diamantina, é considerada a terceira maior do país, são 17 quilômetros mapeados, sendo que desse total 850 metros estão abertos para visita. E os turistas que passam por lá não deixam de se encantar com as formações geológica proporcionadas pela natureza. Imagens enviadas pelo guia Nondas Pereira mostram um pouco da beleza da gruta.

No interior dela, repleto de salões amplos, avista-se uma infinidade de estalactites, estalagmites, cortinas e outras belíssimas formações. Algumas foram batizadas com nomes sugestivos como Presépio, Lustre, Anjo, Leão e Sapo. Todo o percurso é acompanhado obrigatoriamente por um guia munido de lampião e lanterna, e os visitantes têm de estar calçados com tênis, uma vez que andar de sandálias é proibido no local.

Veja mais fotos de Nondas Pereira

Este slideshow necessita de JavaScript.

A trilha até a Lapa Doce é fácil e bonita. O caminho é marcado pela vegetação de caatinga, onde pés de umbu e de outras frutas típicas enfeitam a paisagem e atraem os mocós, espécie de esquilo nativo da região. A entrada da gruta é a partir de um paredão de rochas calcárias e a descida até o interior é de 70 metros.

O passeio dura 1h30 e um dos pontos altos é quando o condutor apaga o lampião para os visitantes sentirem o silêncio e a escuridão por alguns minutos. É uma experiência única que deveria ser vivida por todas as pessoas. Jornal da Chapada com informações de Férias Brasil.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.