Chapada: Jovens de Palmeiras viralizam com vídeo de ‘guerra de fogos de artifícios’; veja aqui

Postado em mar 28 2018 - 8:24pm por Jornal da Chapada
foto5

A ‘brincadeira’ tem dois times que tomam distância entre si, se protegem com guarda-chuvas e outros objetos, e começam a ‘soltar’ os artefatos uns contra os outros | FOTO: Divulgação/Youtube |

Adolescentes da cidade de Palmeiras, localizada na Chapada Diamantina, estão fazendo sucesso na internet após um vídeo do grupo viralizar nas redes sociais. Nele, os garotos aparecem realizando uma ‘guerra’ com fogos de artifício. A brincadeira arriscada consiste na divisão do grupo em duplas, num local afastado do centro da cidade e de residências. Os times tomam distância entre si, se protegem com guarda-chuvas e outros objetos, e começam a ‘soltar’ os artefatos uns contra os outros.

No vídeo é mostrado que os jovens se equipam com óculos de proteção, protetores auriculares, para evitar ferimentos. Os rapazes não aconselham que outras pessoas sigam o exemplo replicando essa ‘guerra’. No canal deles no YouTube (#Biris) é possível ver que outras peripécias, como jogar futebol com uma bola em chamas, são realizadas pelos jovens.

O major da Polícia Militar e comandante da Cipe-Chapada, Ricardo Passos, disse em entrevista ao Jornal da Chapada que essa prática, apesar de não ser crime deveria ser motivo de preocupação. “Não tem tipificação no Código Penal, mas não é por isso que é uma coisa legal. Quero registrar a infelicidade por este tipo de ação. O mundo já tem tanta violência causada pelo ser humano, e qualquer vídeo que estimule a violência é condenável”, afirmou o major.

Passos disse que os vídeos deveriam ser expostos aos pais, para mostrar o que os adolescentes estão fazendo na rua. “Porque enquanto é brincadeira, tudo bem! Mas não tenho dúvidas que isso se tornando constante alguém sairá machucado, ou quem está soltando, ou quem esteja assistindo. Eles podem ter os tímpanos danificados, queimaduras”, ponderou o policial. O major Ricardo Passos ainda sugeriu que ao invés dessa ‘guerra’, os jovens fizessem uma ação positiva. “Eles poderiam tirar um dia para apagar pichações, ou ajudar a consertar cadeiras de escolas”, completa.

Jornal da Chapada

Confira alguns vídeos do grupo:

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.