CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

#Bahia: Mais de 20 mil estudantes ficam sem aulas devido à paralisação dos professores da Uneb, Uesc e Uesb

Os professores se manifestaram nesta quarta-feira, na Praça da Piedade, em Salvador, em protesto que visa as pautas trabalhistas | FOTO: Divulgação-Aduneb |

De acordo com publicação do site G1, os professores de três das quatro universidades estaduais da Bahia estão em paralisação nesta quarta-feira (25), por conta de um protesto que visa as pautas trabalhistas. A situação deixa mais 20 mil estudantes sem aulas em Salvador, e em outras 27 cidades do interior. A Universidade Estadual da Bahia (Uneb), a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) aderiram ao movimento.

As informações foram confirmadas ao G1 pelas assessorias das instituições e pela Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb). A paralisação foi definida após assembleia geral realizada no dia 10 de abril. Apenas a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) funciona normalmente nesta quarta. Conforme a Aduneb, a assembleia não pode ser realizada na instituição por falta de quórum. No entanto, os professores apoiam a paralisação.

De acordo com Aduneb, entre as reivindicações dos docentes estão uma perda salarial ocorrida nos últimos 20 anos, promoções negadas, progressão e alteração de regime de trabalho, e déficit de docentes. Ainda na assembleia realizada no início do mês, ficou definida uma manifestação para esta quarta-feira, em Salvador. Segundo a Aduneb, por volta das 9h30, o grupo estava em concentração, na Praça da Piedade, centro da capital baiana. As informações são do G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas