Nota da Bahia no Ideb continua caindo e Carlos Geilson vê situação preocupante

Postado em set 3 2018 - 5:25pm por Jornal da Chapada
capa

Geilson disse que a situação é mais grave no ensino médio, etapa do ensino onde é maior a presença do governo estadual | FOTO: Divulgação |

A queda na qualidade da educação baiana, apontada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), cujos resultados referentes a 2017 foram divulgados nesta segunda-feira (3) pelo Ministério da Educação, foi considerada preocupante pelo deputado estadual Carlos Geilson (PSDB). O Ideb é o principal indicador da qualidade da educação do país.

Geilson disse que a situação é mais grave no ensino médio, etapa do ensino onde é maior a presença do governo estadual. Ele defendeu o direcionamento de investimentos para recuperar o setor e a implantação de uma contínua política de qualificação e valorização dos professores.

No caso do ensino médio, considerando as redes pública e privada, a nota da Bahia no Ideb teve uma queda de 0,1 ponto, passando de 3,1 em 2015 para 3,0 em 2017, bem distante da meta estabelecida, que era 4,3.

Mas se considerada apenas a rede estadual, responsável por cerca de 80% das matrículas nesta etapa do ensino, a nota da Bahia foi apenas 2,7, abaixo dos 2,9 alcançados em 2015, distante dos 3,5 da média nacional e muito longe da meta de 4,1 estabelecida para 2017.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.