Chapada: Formações geológicas da Serra do Sincorá encantam turistas mais atenciosos; veja fotos

Postado em nov 19 2018 - 10:40pm por Jornal da Chapada

O caminho nos conduz a um mergulho num mundo desconhecido de formas e cores espetaculares | FOTO: Divulgação |

Ao subir o Serrano, recanto bucólico do Parque Municipal da Muritiba, a 15 minutos de caminhada, a partir de Lençóis, na Chapada Diamantina, o turista tem diamantes sob os pés, guardados ao longo de muitos milhões de anos, pelos conglomerados polimíticos da Serra do Sincorá. Quem sobe a serra vai caminhando sobre verdadeiras obras de arte esculpidas pela natureza. Junto com esse material vieram os diamantes, pedras fascinantes que mexem com o imaginário. O caminho nos conduz a um mergulho num mundo desconhecido de formas e cores espetaculares.

O leito do rio, revestido por seixos multicoloridos e de formas diversificadas, vão compondo essas figuras mágicas trabalhadas pelo atrito causado pela água e surpreendentemente polidas. Em determinadas áreas do leito, a superfície da pedra é tão polida que se pode admitir que a água era enriquecida de partículas de diamantes. As fotos registradas no leito dos Rio Lençóis exibem imagens intrigantes que representam figuras antropomorfas, seres que habitam o mundo lírico da fantasia lapidadas pela água, em milhões de anos da formação Tombador.

A exposição oferece uma leitura artística de um fenômeno geológico e apresenta ao público, de modo simples e direto, essa riqueza da geologia tão visível e frequente da paisagem diamantina, particularmente no Serrano. Com tanta exuberância, a paisagem da Chapada Diamantina acaba escondendo essa outra beleza natural da visão dos turistas, que é possível ver nas imagens. Jornal da Chapada com as informações de Reginaldo Marinho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.