Ex-ministro do Esporte Leonardo Picciani é parado na Lei Seca e não poderá dirigir por um ano

Postado em nov 27 2018 - 4:33pm por Jornal da Chapada

Picciani estava conduzindo uma moto modelo Harley Davidson e se recusou a fazer o teste do bafômetro | FOTO: Arquivo/Agência Câmara |

Ex-ministro do Esporte, o deputado federal pelo Rio de Janeiro Leonardo Picciani, foi autuado por dirigir sob a influência de álcool após ser parado em uma blitz da Operação Lei Seca na noite deste domingo na Avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O deputado ficará com o direito de dirigir suspenso por um ano. Quando foi abordado, Picciani estava conduzindo uma moto modelo Harley Davidson e se recusou a fazer o teste do bafômetro. O veículo só foi liberado para outro motorista.

Leonardo é filho de Jorge Picciani, ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) preso na operação Cadeia Velha, que cumpre prisão domiciliar desde março. No último dia 23 o deputado foi eleito presidente do diretório estadual do MDB do Rio pelos próximos dois anos. Picciani tentou a reeleição neste ano, mas não conseguiu votos suficientes para se manter no cargo. A partir do ano que vem ele será o quarto suplente da coligação MDB-DEM-PP-PTB na Câmara dos Deputados. As informações são do site do jornal Extra.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.