#Bahia: Mãe de quadrigêmeos dá à luz aos bebês em Salvador; família mora em Irecê

Postado em jan 6 2019 - 11:19am por Jornal da Chapada

Os nomes escolhidos para os bebês são: Mateus, Miguel (os dois univitelinos), Leonardo e Júlia | FOTO: Divulgação/Acervo Pessoal |

A baiana Polyanna Dourado, de 36 anos, deu à luz aos seus quadrigêmeos de forma natural no início da tarde da última sexta-feira (4), no Hospital Santo Amaro, em Salvador. José Vilela, pai de Polyanna, contou que o último dos quatro netinhos nasceu por volta das 12h30. Mãe e crianças passam bem. Dos quatro recém-nascidos, três são meninos e uma é menina. Entre os garotos, dois são univitelinos, ou seja, são idênticos fisicamente. Os nomes escolhidos para os bebês são: Mateus, Miguel (os dois univitelinos), Leonardo e Júlia.

Ainda segundo o avô, as crianças têm entre 1,2 kg e 2,2 kg. Eles devem passar entre 10 e 15 dias na UTI neonatal, já que nasceram prematuras, aos sete meses e meio, para depois receberem alta. Polyanna, que já tem uma filha dois anos, tem previsão de deixar o hospital em dois dias. Vilela comemorou e agradeceu que os netos e a mãe estão saudáveis. “Tudo certo, graças a Deus”. Sobre a filha, que segundo ele não consegue dormir direito há tempos, por conta do barrigão, ele a descreveu com uma palavra: “Guerreira”.

Chá de Fraldas
Em setembro, Polyanna, que mora em Irecê, ganhou um chá de fraldas organizado por um grupo de mulheres que se solidarizou com a gestação. Foi no evento que ela revelou os nomes e o sexo dos bebês. A festa foi realizada em Salvador e teve ursinhos como tema. Uma das organizadoras, a empresária Rossana Magalhães, contou como teve a ideia de preparar o evento.

“Uma pessoa entrou em contato e disse: ‘assista rápido para você conhecer a história que está passando agora’. A gente há muito tempo já tem vontade de fazer um trabalho social. Foi uma coisa que a oito mãos virou muito mais. Pessoas do ramo de festas, pessoas de outras áreas, clientes, amigos, família. A coisa foi tomando uma proporção que a gente não imaginava. Foi maravilhoso, uma energia indescritível”, disse Rossana. Jornal da Chapada com informações do G1BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.