#Bahia: PTB volta a afirmar que terá 50% de mulheres em seu quadro de candidatos em 2020

Postado em jan 24 2019 - 2:17pm por Jornal da Chapada

O evento contou com a participação da presidente nacional do PTB Mulher Graciela Nienov | FOTO: Divulgação |

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em encontro realizado na noite da última quarta (23), no Salvador Express Praia Hotel, reuniu diversas mulheres para dizer que “lugar de mulher é onde ela quiser”. Com música, debate e ideias tratadas de forma coletiva, o evento contou com a participação da presidente nacional do PTB Mulher Graciela Nienov e da presidente do PTB Mulher Salvador Lu da Liberdade e da presidente do PTB Mulher Bahia, Taissa Gama, que enfatizou que o partido terá 50% de representação feminina no pleito municipal em 2020.

“O PTB é o partido com o maior movimento de mulheres do Brasil e eu tenho orgulho de fazer parte dessa família petebista. Estar à frente de um partido forte como esse é um desafio, mas escolhi mulheres fortes para a mesa hoje de forma que tantas outras sejam representadas. É importante também ter o apoio masculino, pois não vamos conseguir mudança nenhuma sem os homens. Temos que fazer com eles o que queremos que façam com nós. A reciprocidade que vai fazer a mudança. Apesar de já existir a lei que destina 30% das candidaturas as mulheres, ainda somos minoria, o percentual não se reflete nos mandatos. Não queremos que as mulheres do PTB sejam vistas como as mulheres dos outros partidos. Teremos 50% das candidatas mulheres nas próximas eleições, essa é a nossa meta”, disse Taissa.

Graciela, que comungou com o discurso de Taissa, também enfatizou a necessidade de valorizar a mulher na política e disse que levará as ideias da Bahia para as sedes do PTB no Brasil. “Eles podem nos roubar bens materiais, mas jamais vão roubar nosso conhecimento, nossa liberdade e os nossos sonhos. Venho aqui na Bahia me encher de histórias e conhecimento. Nosso movimento acontece para dar voz às mulheres que nunca foram ouvidas. Só vamos ter voz ocupando espaço. Precisamos, principalmente, de sensibilidade para se colocar no lugar do outro. A história do PTB se confunde com a história do país, graças a Getúlio Vargas, que nós votamos e somos votadas. Saio da Bahia com muito mais do que imaginava, com lindas histórias e muita pauta para levar nacionalmente. Vamos sonhar juntos”, afirmou.

Participante especial do encontro, a cantora Aila Menezes também demonstrou gratidão pela realização e apontou outro tema bastante importante: a aceitação do próprio corpo. “A gente geralmente se olha no espelho para saber se a aparência física está boa, mas pouco se preocupa para o nosso interior. Com as redes sociais vendemos uma vida diferente da real, mas e o nosso dia-a-dia? Quantas vezes a gente não se ama e não está bem a gente mesmo?”. Ao final, ela cantou Fat Gata e Alma Feminina saldando e homenageando as mulheres presentes. Também estiveram presentes a líder indígena Kalanta, a presidente do PTB Lauro de Freitas, Rosana Paixão, e o líder da zonal Nordeste de Amaralina, Leleu Gordo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.