Chapada: Boa Vista do Tupim enfrenta falta de água e moradores protestam; Embasa disponibiliza carros-pipa

Postado em fev 5 2019 - 11:37pm por Jornal da Chapada

De acordo com os moradores, a Embasa disse que o sistema já foi retomado e aos poucos o abastecimento será restabelecido para toda a cidade chapadeira | FOTO: Divulgação |

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) passou a disponibilizar água, por meio de carros-pipa, após protesto de moradores do município de Boa Vista do Tupim, na Chapada Diamantina. Isso porque a população está há mais de 15 dias sem água na sede e alguns bairros já chegam a um mês sem abastecimento do recurso natural. Esta semana, um grupo de moradores procurou o Jornal da Chapada para falar do assunto. De acordo com eles, “quem mais sofre com a falta de água são as famílias mais pobres – que não têm condições de pagar carro-pipa para abastecer suas casas”.

“Sobre esse caso, a única novidade é que a Embasa está disponibilizando carros-pipa para o abastecimento das casas em lugares que estão com mais dificuldade de abastecimento”, salienta o grupo em texto enviado ao site. Os populares estão revoltados com a situação, e chegaram a fazer protestos na semana passada em frente ao escritório da Embasa de Boa Vista do Tupim. O órgão público realizou audiência em um colégio para dialogar com a sociedade e “argumenta que as repetidas quedas de energia são a principal causa da falta de abastecimento”.

Para os moradores, a situação vai além das quedas de luz. “A defasagem do sistema também compromete o abastecimento, pois aconteceu nos últimos oito anos uma ampliação significativa na quantidade de ligações de água na cidade [atualmente são 3.300 ligações] e o sistema não está comportando operar para suprir toda essa demanda”, informam. Ainda de acordo com informações, a Embasa teria dito que a situação já foi parcialmente resolvida e aos poucos o abastecimento será restabelecido para toda a cidade chapadeira.

Sobre a ampliação do sistema de abastecimento de água em Boa Vista do Tupim, o gerente regional da Embasa teria informado aos manifestantes que estão sendo feitos investimentos. “Ele disse que nos últimos 10 anos foram aplicados mais de R$ 2 milhões em manutenção e extensão de rede para o município. A população está revoltada, pois não tem alternativas para resolver o problema do abastecimento em suas casas e espera que a Embasa normalize o mais breve possível”.

Jornal da Chapada

Leia também

Chapada: População de Boa Vista do Tupim fica sem abastecimento de água por conta de quebra de rede; veja vídeo

Chapada: Problema elétrico em sistema do Rio Paraguaçu compromete abastecimento de água em municípios

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

2 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.