#Brasil: Ex-candidata em 2014 é presa após se passar por vítima da tragédia de Brumadinho

Postado em abr 10 2019 - 4:26pm por Jornal da Chapada

Ex-candidata foi presa em 18 de março por se passar por vítima da tragédia | FOTO: Divulgação |

Ana Maria Vieira Santiago, de 57 anos, ex-candidata a deputada distrital nas eleições de 2014 pelo MDB, no Distrito Federal, foi presa por estelionato por tentar se passar por vítima da tragédia de Brumadinho. Ela simulou ter um terreno no Parque da Cachoeira, uma das áreas atingidas pelo rompimento da barragem, e chegou a conseguir R$ 65 mil de doação da Vale.

De acordo com a Polícia Civil, ela foi presa em 18 de março. Na última semana, pelo despacho do juiz Rodrigo Heleno Chaves, da comarca de Brumadinho, a concessão da liberdade provisória de Ana Maria foi condicionada à devolução dos R$ 65 mil, por meio de depósito. A reportagem entrou em contato com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para saber se o valor foi devolvido e se ela foi solta. No entanto, ainda não obteve resposta.

Golpe
De acordo com a Polícia Civil, Ana disse ser agropecuária e alegou ter um imóvel na área atingida pela pluma de rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho. Ela conseguiu o dinheiro após fazer a declaração. Segundo as investigações, Ana chegou a convencer alguns moradores da região a dizerem que a conheciam.

Os moradores, inclusive, foram indiciados por falsidade ideológica. A fraude foi identificada depois que os investigadores descobriram que Ana, na verdade, morava no Distrito Federal. Jornal da Chapada com informações do site O Tempo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.