#Polêmica: Durante explicação dos cortes na Educação, ministro diz que o país tem excesso de doutores

Postado em maio 17 2019 - 2:00pm por Jornal da Chapada

Abraham Weintraub voltou a criticar o financiamento em pesquisa em áreas de humanidades, tese já combatida pelo criador da Unicamp há 50 anos | FOTO: Divulgação |

Ao ser convocado esta semana para explicar os cortes de verbas na Educação do país, realizado principalmente em cursos técnicos e superiores, na Câmara dos Deputados, o atual ministro da pasta, Abraham Weintraub, disse que há um excesso na formação de doutores no Brasil e, portanto, o país não precisa mais financiar a pesquisa em doutorado.

“Já batemos a meta do doutorado há tempos (…) quando você bate uma meta, você direciona as verbas para as outras que ainda estão aquém”, disse ao indicar o objetivo de cortar mais investimentos em pesquisa e não financiar mais bolsas de doutorado.

O ministro voltou a criticar o financiamento em pesquisa em áreas de humanidades, tese já combatida pelo criador da Unicamp há 50 anos. “As ciências de humanidades geram pouquíssimas publicações com impacto científico (…) Elas são feitas e engavetadas. Mas onde estão as bolsas? Elas estão justamente nas áreas que não geram produção científica”, disse. Jornal da Chapada com informações da Carta Campinas.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.