Chapada: Projeto estimula resgate da cultura local e consciência ambiental em antiga vila diamantífera

Publicidade
Postado em jun 10 2019 - 2:30pm por Jornal da Chapada

Para estimular nos alunos o amor e o zelo pelas árvores, as educadoras adotaram a estratégia de batizar cada muda com o nome de um garimpeiro da comunidade | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Estudantes da escola Fernando Sales, localizada no distrito de Afrânio Peixoto, antiga vila diamantífera de Estiva, zona rural do município de Lençóis, na Chapada Diamantina, participaram na última semana do projeto ‘Minhas Raízes’, de resgate da cultura local e conscientização ambiental.

A ação foi realizada pelos professores municipais em parceria com o ‘Mais Educação’ e contou com palestras da técnica do Inema e coordenadora da Área de Proteção Ambiental (APA) Marimbus-Iraquara, Ana Carolina Delfino, da museóloga e ex-diretora executiva do Museu de Arte Moderna (MAM), Luciana Muniz, e do especialista em permacultura Nilton Tranquilli.

Como clímax do evento, os estudantes plantaram uma muda de ipê amarelo em uma praça da vila, como marco simbólico para a ação de arborização urbana prevista no projeto.

Para estimular nos alunos o amor e o zelo pelas árvores, as educadoras adotaram a estratégia de batizar cada muda com o nome de um garimpeiro da comunidade. Além disso, a pesquisa sobre os nomes dos antigos garimpeiros resgatará a história local, que está ligada à atividade diamantífera. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.