#Brasil: ‘Mãe da Lava Jato’ foi nomeada pelo ministro Sergio Moro para comandar o Coaf

Postado em ago 8 2019 - 8:58pm por Jornal da Chapada

A nova conselheira, ainda enquanto delegada, pediu a prisão de Luiz Carlos Cancellier, ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina que se matou em 2017 | FOTO: Divulgação |

Apelidada de “mãe” da Operação Lava Jato, a delegada licenciada da Polícia Federal, Érika Marena foi nomeada como conselheira no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A mudança deve trazer alterações importantes ao órgão, acreditam tributaristas.

Marena foi nomeada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, e ficará no lugar que foi de Camila Colares Bezerra, da Controladoria-Geral da União. A nova conselheira, ainda enquanto delegada, pediu a prisão de Luiz Carlos Cancellier, ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina que se matou em 2017.

O Coaf foi o órgão responsável por achar a movimentação bancária atípica de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em seu mandato como deputado estadual. Com dados do site BNews.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.