CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

#Polêmica: Indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA não tem maioria no Senado

O clima é negativo para o filho do presidente Bolsonaro tanto no plenário como na Comissão de Relações Exteriores | FOTO: Divulgação |

A indicação polêmica do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para embaixador do Brasil nos Estados Unidos não tem maioria para sua aprovação no Senado. No entanto, o Palácio do Planalto está trabalhando intensamente para reverter esse cenário. A avaliação é de senadores ouvidos por blog do site G1, que lembram que o Executivo sempre tem muita força para mudar votos na Casa.

Segundo esses senadores, o clima é negativo para o filho do presidente Jair Bolsonaro tanto no plenário como na Comissão de Relações Exteriores. Na comissão, o quadro atual seria de empate: sete votos a favor e sete contra, o que obrigaria o presidente da comissão, senador Nelson Trad (PSD-MS), a desempatar.

“Mas esse é o cenário de hoje, em que ele teria dificuldades na comissão e minoria no plenário. Só que o Palácio do Planalto está trabalhando intensamente para reverter isso”, disse um senador ao blog reservadamente, acrescentando que o governo tem força e poder para mudar o quadro atual.

O clima, segundo senadores, é de “constrangimento” porque o ideal seria que o presidente não fizesse a indicação de seu filho para ocupar a principal embaixada brasileira no exterior. Mas ele não irá recuar, principalmente depois de receber uma carta escrita de próprio punho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elogiando a indicação.

No Senado, a avaliação de senadores é que o presidente da Comissão de Relações Exteriores só deverá pautar a sabatina de Eduardo Bolsonaro quando o clima no Senado for mais positivo para o filho do presidente. Por isso, lembram, Bolsonaro disse não tem pressa. Jornal da Chapada com informações do G1.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas