AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Membros de sindicato rural em Boa Vista do Tupim aprovam prestação de contas e orçamento por unanimidade

Os relatórios das contas de 2019, bem como a Previsão Orçamentária do Exercício Financeiro de 2020, foram explanados pelo assessor Pedro de Araújo.

Os membros do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (STR) do município de Boa Vista do Tupim, localizado na Chapada Diamantina, aprovaram, por unanimidade, na Assembleia Geral Ordinária, realizada nesta sexta-feira (8) a Prestação de Conta do Exercício Financeiro do ano de 2019 e a Previsão Orçamentária da Entidade para o exercício financeiro do ano de 2020. O encontro aconteceu no auditório Alfredo Francelino Moreira.

A assembleia foi conduzida pelo presidente do STR local, João Aparecido Teixeira da Silva, o popular ‘João do Sindicato’, assessorado pelos membros da diretoria, como a secretária-geral Rosana Oliveira Santos e a diretora de Finanças, Nelma da Silva Conceição Oliveira. Compuseram a mesa dos trabalhos, ainda, a assessora jurídica do STR, Ginaldy Gomes do Nascimento Coelho, o assessor contábil, Pedro de Araújo Teles, o vice-presidente do Polo Sindical da Chapada Diamantina, Suede de Jesus Neves Filho, e a presidente atual deste pólo formado por entidades de 23 municípios da região, Osvaldina Medeiros de Novais.

Também prestigiaram o evento a secretária-geral da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado da Bahia (Fetag), Vania Marques Pinto, representando o presidente da entidade baiana, João da Cruz; os vereadores Olavo Santos Oliveira e Lê do Bom Jesus, representando o Poder Legislativo de Boa Vista do Tupim, além, da ex-vereadora Joselane Aragão, a popular Jó, o vice-prefeito do município de Ibiquera, Atelvado Alves da Silva, o professor e enfermeiro Adalto do Posto, e o líder comunitário Rondinele Arena, o popular Nelinho do PCdoB.

Na abertura dos trabalhos, Leide Laura Barbosa dos Santos, trabalhadora rural da comunidade de Cabo do Machado recitou uma poesia em homenagem ao Trabalhador Rural. “Muito importante essas assembleias, primeiro pela transparência na prestação de contas e na previsão orçamentária. Segundo, porque aproveitamos o espaço para confraternizar e informar o trabalhador, a conjuntura política, tanto municipal, quanto estadual e nacional, como hoje, onde informamos a decisão do Superior Tribunal Federal (STF) que vai favorecer a soltura do nosso líder, o ex-presidente Lula”, declara Suede de Jesus Neves.

Veja mais fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os relatórios das contas de 2019, bem como a Previsão Orçamentária do Exercício Financeiro de 2020, foram explanados pelo assessor Pedro de Araújo. Ele destacou os números contábeis e ainda tirou dúvidas a respeito da Previsão Orçamentária para 1º de Janeiro a 31 de Dezembro de 2020. Entre os gastos previstos está a aquisição de novos equipamentos de informática.

Essa oportunidade, segundo o presidente João do Sindicato, faz parte da política de transparência da sua gestão à frente da Diretoria, há seis anos. “Cada vez mais aumentamos a publicidade na Prestação de Contas. A intenção, enquanto gestor, é permitir que nossos associados verifiquem e acompanhem como são aplicados os recursos arrecadados com as mensalidades”, completa João.

Vale informar que nesses 40 anos de fundação, o STR de Boa Vista do Tupim, vem lutando para se afirmar como entidade sindical, sendo filiado ao Pólo Sindical da Chapada Diamantina, com sede em Seabra, às Fetag e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), com sede em Brasília. “Precisamos de muito, principalmente de projetos dos governos, via associações comunitárias rurais. Há anos que lutamos por uma retroescavadeira, outros tratores e instrumentos agrícolas, para poder ajudar nossos associados”, conclui João do Sindicato.

Atualmente o STR luta contra a fragmentação da organização sindical no país imposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro. Todo este saco de maldades contra os trabalhadores foi radicalizado pelo governo Bolsonaro. Logo no primeiro dia do seu governo, extinguiu o Ministério do Trabalho, que existia desde 1930. Em seguida, apresentou a reforma da Previdência. A bola da vez, agora, é pulverizar a organização sindical com Medida Provisória 871, a também chamada Medida Pente Fino. Estes retrocessos anulam ou diminuem as notáveis conquistas da Constituição de 1988, em especial no capítulo dos direitos sociais, como o artigo 7º, dos direitos dos trabalhadores; o artigo 8º, da liberdade e autonomia sindical.

Feira de Artesanato
Durante a assembleia geral, as mulheres da Associação Comunitária Unidos Venceremos, da região de Lagoa do Tanque, expuseram o artesanato produzido, como bolsas em palha, panos de pratos, peças em tricô e crochê, colheres de pau, e outros, além de produtos alimentícios, dentre pães e doces. A iniciativa do sindicato, segundo seu presidente, é oportunizar principalmente às mulheres, a comercialização dos seus produtos elevando com isso a autoestima, além, de aumentar a renda familiar. Vale ressaltar, que no final do evento houve sorteios de brindes para os associados quites com suas obrigações sociais.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas