CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Chapada: Produtores de 60 comunidades do município de Mucugê vão desenvolver plano agroecológico

Depois de Caraíbas, 60 comunidades do município, divididas em 13 microregiões, receberão formação; no programa estão previstas capacitações em agroecologia para os produtores, depois eles realizarão um diagnóstico e posteriormente elaborarão um plano de ação específico para sua microrregião.

Em 2019, a comunidade rural de Caraíbas, município de Mucugê, na região da Chapada Diamantina, recebeu a oficina de Planejamento Agroecológico, ministrado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), onde foi elaborado o Plano de Desenvolvimento Sustentável de Base Agroecológica. E a Secretaria Municipal de Agricultura, percebendo o potencial dos resultados obtidos na oficina, resolveu ampliar os trabalhos. Depois de Caraíbas, 60 comunidades do município, divididas em 13 microregiões, receberão a formação que será ministrada pelo mesmo instrutor do Sebrae, Diego Miranda.

No programa estão previstas capacitações em agroecologia para os produtores, depois eles realizarão um diagnóstico e posteriormente elaborarão um Plano de ação específico para sua microrregião. As atividades terão duração de oito meses e iniciam em março. Tiago Profeta, Secretário de Agricultura do município, salientou a aproximação que o Sebrae tem com os agricultores e informou que a instituição seguirá como parceira nessa nova etapa.

“Após os oito meses de atividade, o Sebrae pode nos ajudar muito para a elaboração do plano de ação do município. Seja com as capacitações, viagens técnicas ou ainda com seus consultores credenciados”, disse o secretário. “A ampliação dessa atividade reflete um impacto tão positivo, que o município decidiu replicar para outras comunidades rurais. Seguimos firmes com o propósito do Sebrae de transformar a realidade das comunidades em que atuamos”, afirma o analista do Sebrae Heitor Marback.

Agroecologia no Sebrae
O Sebrae em Irecê iniciou suas ações voltadas para a agroecologia em 2013, com a proposta do cultivo de morango para a Chapada Diamantina. Em 2017, com essa cultura consolidada, foi implantado o projeto de Horticultura, com foco na ampliação do cultivo de frutas vermelhas, encerrado em 2019.

Para 2020, o Sebrae passa a integrar o programa AgroNordeste e ampliará o seu campo de atuação. Além do segmento de horticultura, irá assistir também à fruticultura, apicultura, bovinocultura de leite e caprinocultura. O atendimento contempla 28 cidades, 12 do território da Chapada Diamantina e 16 do território de Irecê. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas