CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

“Discurso de traído, além de Bolsonaro afirmar que quer informações da PF”, dispara Suíca

O edil petista disse que a saída de Sérgio Moro confirma sua afirmação de que a gestão já não se sustenta.

O pronunciamento do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) foi tido como fraco, delituoso e carregado de amargura pelo vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT). O edil petista já tinha dito que o governo federal estava em ruínas e que o caos imperava nos diferentes setores da gestão pública no país durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta sexta-feira (24), o edil petista disse que a saída de Sérgio Moro confirma sua afirmação de que a gestão já não se sustenta. “Quem compra sua passagem, é que sabe para onde vai”.

Suíca também ironiza Moro ao falar da perda da ‘pensão’. “Primeiro eu queria registrar que Moro perdeu a pensão que tinha acordado com o presidente e foi tosco observar ele como uma pessoa que tentou negociar com o chefe. E eu digo como é ruim negociar com o patrão né, Moro? Mesmo assim ele foi o ministro que mais protegeu Bolsonaro de crimes, basta olhar para o que aconteceu com o ‘Caso Queiroz’”. Para o vereador soteropolitano, Bolsonaro, durante pronunciamento, deixou evidente que queria e quer a intervenção da Polícia Federal (PF), comprovando o que Moro disse ao anunciar a demissão.

“Bolsonaro acusou Moro de ter pedido para ser indicado ao Supremo Tribunal Federal [STF] em troca da mudança do comando da PF, mas não explicou os pedidos de relatórios e nem citou diretamente os filhos com mandatos que estão sendo investigados por crimes graves. Bolsonaro mostrou um discurso de homem traído, além de afirmar que quer mesmo as informações da PF para poder saber como agir. Isso é uma vergonha, ou ele é muito estúpido, ou ele está mal assessorado, ou as duas coisas”, completa Suíca. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios