Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

#Bahia: Feira de Santana fecha novamente comércio depois de aumento de casos de covid-19

O novo fechamento acontece depois de quase um mês da reabertura e foi necessário por conta do aumento de casos de covid-19 no município.

A prefeitura de Ferira de Santana, na região Centro-oeste do estado, irá fechar novamente os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais a partir da próxima quinta-feira (21). A decisão foi publicada num decreto do Diário Oficial do Município (DOM), da última segunda-feira (18).

O novo fechamento acontece depois de quase um mês da reabertura e foi necessária por conta do aumento de casos de covid-19 no município que até esta terça-feira (19), tem 219 casos confirmados e 145 aguardando resultado de exames laboratoriais, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).
 
Além do fechamento do comércio, determinado até 1º de junho, o decreto também prevê restrições de horário para pessoas do grupo de risco, a disponibilização de álcool gel e o uso obrigatório de equipamento de proteção e a suspensão de todas as atividades de classe de todas as unidades escolares integrantes da rede municipal de educação, bem como de todos os estabelecimentos da rede privada.
 
As empresas do setor de serviços, os profissionais liberais, as clínicas e as indústrias poderão se manter abertas. Já os teatros, cinemas, academias, shoppings e outros espaços similares estão com suas atividades paralisadas.
 
Reabertura criticada
Devido ao aumento de casos na cidade depois da reabertura parcial do comércio, no último dia 21 de abril, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas criticou a iniciativa da prefeitura feirense, segundo o gestor, a cidade deu “um exemplo de erro”.
 
A declaração do gestor da pasta da saúde estadual não foi bem recebida pelo prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), que afirmou que a expansão do vírus no município estaria se dando abaixo da média do estado e justificou que a localização geográfica deixa Feira em uma situação de vulnerabilidade. As informações são do Bahia Notícias.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios