Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEconomiaMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Utinga decreta novas restrições no comércio por conta do aumento abrupto de casos de infecção por covid-19

As feiras-livres ficarão totalmente suspensas, devido ao aumento de casos positivos, tornando impossível permitir qualquer aglomeração; a suspensão das atividades não tem prazo para findar.

O decreto municipal (nº 38), emitido nesta sexta-feira (31) pelo prefeito de Utinga, na Chapada Diamantina, Joyuson Vieira, determina novas restrições das atividades comerciais e de prestação de serviços imediatamente. Isso se deve ao fato de o município ter dobrado e quadruplicado o número de casos positivos para covid-19 em relação a última e penúltima semanas, respectivamente. Esse decreto também considera o fato de as principais unidades de referência serem distantes, sendo Feira de Santana e Salvador, como também a probabilidade crescente de colapso na unidade de saúde ou no sistema de transportes por ambulâncias, caso seja mantido os atuais percentuais de casos positivos no município.

De acordo com o decreto, está determinada a suspensão das atividades por prazo indeterminado. As medidas adotadas determinam a suspensão de eventos ou reuniões de cunho religioso, exceto no formato de ‘lives’. Além de procedimentos eletivos de média complexidade, em unidades básicas de saúde, capazes de provocar filas ou aglomerações, especialmente de pessoas do grupo de risco. As feiras-livres ficarão totalmente suspensas devido ao aumento de casos positivos, tornando impossível permitir qualquer aglomeração.

Pelo mesmo motivo, a gestão municipal determinou o fechamento total de todos os estabelecimentos comerciais e de prestadores de serviços de qualquer natureza, exceto os serviços essenciais à vida humana. O documento ressalta que todos os estabelecimentos comerciais e de prestadores de serviços poderão atender “sob agendamento telefônico, um cliente por vez, desde que mantenham todas as recomendações de higiene preconizadas pelas autoridades sanitárias e abram suas portas, apenas e tão somente, para o acesso do atendente e do único cliente, fechando-as imediatamente após este acesso e após a saída”.

A prefeitura segue com ações para conter o vírus na região | FOTO: Divulgação/PMU |

As academias de ginásticas, estabelecimentos de artes marciais, salões de beleza, barbearias, esteticistas, tatuadores, fisioterapeutas, dentistas, e afins, tiveram atendimento suspenso por completo, durante vigência do documento oficial emitido nesta sexta. “Os estabelecimentos e serviços, quando autorizados a funcionar, serão obrigados a manter higienização frequente dos seus equipamentos e das vias de acesso. Deverão disponibilizar máscaras aos seus servidores, além de meios eficazes de higienização das mãos e demais meios capazes de inibir a infecção humana pelo novo coronavírus”.

A prefeitura de Utinga também convoca os servidores da educação a realizar busca ativa, se necessário, para identificar alunos da rede e familiares que estejam precisando de assistência alimentar, para que sejam encaminhados à Secretaria de Assistência Social para pronto atendimento e garantia de segurança alimentar básica. O decreto determina que os servidores da educação elaborem plano alternativo para manter o vínculo aluno/escola, ainda que de forma remota, até 31 de agosto, com objetivo de cumprimento da carga horária do ano letivo 2020.

Jornal da Chapada

Leia também

#Chapada: Com mais 13 casos de covid-19 em 24h, Utinga chega a 43 infectados e faz mapeamento por localidade

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios