Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia
Trending

‘Operação Pirata Virtual’ deflagra esquema de fraudes em pagamentos de IPVA de carros de luxo

Por conta do quantitativo de invasões de contas em Remanso, no interior da Bahia, a competência para a análise e julgamento do caso foi declinada para o juízo competente, com a investigação sendo realizada pelo Gaeco do MP baiano.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate à Organização Criminosa e Investigações Criminais (Gaeco), atuou na manhã dessa quarta-feira (7) em parceria com a Polícia Civil do Paraná (PCPR) durante a deflagração da ‘Operação Pirata Virtual’, que investiga fraudes no pagamento de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de carros de luxo.

No total, foram cumpridos 16 mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão na cidade de Marabá, no Estado do Pará, e em cidades paranaenses, dentre elas Curitiba, Foz do Iguaçu, Paranavaí e Umuarama. As investigações foram iniciadas há cerca de oito meses, quando foram analisados 27 IPVAs quitados por duas contas distintas, sendo uma do Rio Grande do Norte e outra da Bahia, nos anos de 2017 e 2019.

Por conta do quantitativo de invasões de contas em Remanso, no interior da Bahia, a competência para a análise e julgamento do caso foi declinada para o juízo competente, com a investigação sendo realizada pelo Gaeco do MP baiano. Segundo os promotores de Justiça do Gaeco, os investigados são acusados de captar proprietários de carros de luxo e oferecer quitação do IPVA com descontos que variavam entre 30% e 50%. No entanto, o pagamento do débito era realizado por meio de invasão de contas bancárias alheias. As informações são do MP-BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios