CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo
Trending

#Eleições2020: Comunista Manuela D’Ávila não é eleita em Porto Alegre; essa foi a terceira vez que disputou a prefeitura

A campanha de Manuela foi marcada por uma série de fake news, contra as quais ela ingressou na Justiça Eleitoral.

A candidata Manuela D’Ávila (PCdoB) foi derrotada, neste domingo (29), nas urnas pelo adversário Sebastião Melo (MDB), com quase 63 mil votos de diferença no segundo turno das eleições municipais de Porto Alegre. Foi a terceira tentativa da ex-deputada federal de comandar a prefeitura de Porto Alegre. Desde 2018, quando concorreu ao cargo de vice-presidente da República ao lado de Fernando Haddad (PT), Manuela estava sem mandato.

No último sábado (28), a candidata chegou a aparecer à frente em pesquisa do Ibope, ainda assim tecnicamente empatada com Melo. A campanha de Manuela foi marcada por uma série de fake news, contra as quais ela ingressou na Justiça Eleitoral. No primeiro turno, ela conseguiu retirar 91 links com mentiras sobre si.

Entre as postagens, há uma que chega a relacionar falsamente D’Ávila ao autor da facada contra Jair Bolsonaro (sem partido) em 2018, Adélio Bispo de Oliveira. Já no segundo turno, Manuela conseguiu derrubar mais de 70 mil compartilhamentos de notícias falsas publicadas no Facebook e Twitter, de 59 links de postagens.

Sebastião Melo vence o pleito em Porto Alegre | FOTO: Divulgação |

Em pronunciamento, ela salientou que enfrentou uma “campanha muito difícil” e uma das eleições “mais baixas da história”. Também disse que “falar a verdade vale a pena” e agradeceu a família. “Não é fácil fazer escolhas no Brasil, mas fica mais fácil quando se tem amor do lado”, disse.

O emedebista Sebastião Melo ganhou a prefeitura com 54,63% o equivalente a 370,550 mil votos válidos, enquanto Manuela teve 45,37% que equivale a 307,745 mil. Jornal da Chapada com informações do portal Uol.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios