CidadesCulturaCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Edição virtual do Festival de Lençóis arrecada fundos para artistas, artesãos e grupos culturais

Durante o evento, o público poderá contribuir através o QR CODE que vai estar disponível na tela.

No formato de uma coletânea virtual, o Festival de Lençóis, na Chapada Diamantina, ganha uma edição especial e promove ação solidária, nos dias 29 e 30 de abril, a partir das 19h, com transmissão pelo youtube.com/pauviola. Depois de reunir milhares de pessoas nas suas 19 edições, desta vez, por conta do protocolo de combate à covid-19, o evento faz uma viagem online até a região chapadeira, para apresentar uma retrospectiva dos principais momentos de sua história. Nesta edição virtual, durante dois dias, o público vai conferir a trajetória de sucesso do festival, por meio de gravações ao vivo, vídeos, imagens e entrevistas.

Mais uma vez, o evento abraça as causas sociais com a campanha ‘Lençóis Solidária’ para arrecadar fundos, que serão revertidos em cestas básicas em prol dos artistas, grupos culturais e artesãos da cidade. Durante o evento, o público poderá contribuir através o QR CODE que vai estar disponível na tela. Nesta edição, o Festival de Lençóis também apoia a campanha da Associação Geoparque Serra do Sincorá, entidade não lucrativa, criada recentemente para buscar o título de Geoparques Globais, chancela concedida pela ONU

“Eventos como o festival, que fortalecem a economia e geram emprego, são de grande importância principalmente para o turismo em nossa cidade. Como isso não é possível com a proliferação do covid-19, a edição virtual vem para nos acalentar e manter acessa a chama da esperança. E com uma parceria inédita a produção do festival e a prefeitura de Lençóis lançam a campanha ‘Lençóis Solidária’ toda a arrecadação será revertida em cestas básicas para minimizar as dificuldades impostas pela a pandemia”, comenta a secretária de Turismo e Cultura de Lençóis, Laura Garcia.

Lençóis é uma dos destinos mais procurados do país | FOTO: Túlio Saraiva |

Com apresentação do ator Jackson Costa, o evento contará com gravações ao vivo e exibições em vídeos. No dia 29 de abril, as atrações são os shows de Jorge Vercillo, Adelmo Casé e a participação especial da cantora Samantha Tosto. Já no dia 30, as apresentações são dos cantores baianos Margareth Menezes e Jau, além da dupla sergipana MariaMilena e dos artistas locais, as bancas Zion e Griô, Grupo Cordas e Copos e os folclóricos Marujada e Zambumba, que participarão através de vídeo.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. O Festival de Lençóis é uma realização da Paula Viola Produções Artísticas.

“Neste ano, resolvemos realizar o Festival de Lençóis em formato virtual para reafirmar a cultura como instrumento de superação, luta e afirmação. São 19 edições de boa música, valorizando os artistas, principalmente os locais, e a cultura popular. O festival cumpre sua função de fomentar o turismo, cultura e meio ambiente na região da Chapada Diamantina. Assim que a pandemia passar, voltaremos ao projeto original com shows ao vivo”, comenta Paula Resende, diretora da Pau Viola Produções Artísticas.

O Festival de Lençóis é uma realização da Paula Viola Produções Artísticas | FOTO: Divulgação |

Desde a primeira edição, em 1999, a música tem sido a trilha da diversão e da alegria na principal cidade da Chapada da Diamantina. Durante a transmissão, uma retrospectiva trará de volta alguns momentos marcantes de sua história, como as participações de Gilberto Gil, Gal Costa, Elza Soares, Mart’nália, Luiz Melodia, João Bosco, Saulo, Ana Carolina, Lenine, Maria Rita, Adriana Calcanhoto, Jau, Nando Reis e Zeca Baleiro.

“Com a inauguração do Aeroporto de Lençóis e a abertura de novos hotéis, criamos o festival no sentido de impulsionar ainda mais o turismo na região. Temos que ressaltar também a sua importância de levar a cultura musical para cidade, pois não havia nada no gênero”, revela Marcos Pedreira, idealizador do evento junto com a Pau Viola Produções Artísticas.

A proposta para a criação do Geoparque baiano, compreende os municípios de Lençóis, Palmeiras, Mucugê e Andaraí | FOTO: Thais Leal |

Ações de preservação
Nesta edição virtual, o destaque é para campanha da Associação Geoparque Serra do Sincorá, entidade não lucrativa, criada recentemente para buscar o título de Geoparques Globais, chancela concedida pela ONU, através da Unesco. A proposta para a criação do Geoparque baiano, compreende uma área de 6.313 km, quatro serranias e uma população aproximada de 44 mil habitantes, distribuídas nos municípios de Lençóis, Palmeiras, Mucugê e Andaraí. O título reconhece os lugares que guardam biodiversidade, verdadeiros patrimônios geológicos, nos quais a presença da população é estimulada e o turismo funciona como ferramenta de preservação.

O Festival de Lençóis sempre abraçou as causas sociais e campanhas do meio ambiente, envolvendo os artistas, a comunidade e o público para questões de preservação da Chapada Diamantina. Um exemplo, é a campanha Bahia Sem Fogo, ação da Secretaria do Meio Ambiente, contra as queimadas que atingem toda a região, com mensagens educativas para não jogar pontas de cigarros e utilizar velas e outros materiais inflamáveis perto da vegetação.

Serviço | Festival de Lençóis | Edição virtual
Datas: 29 e 30/04
Hora: 19h
Transmissão pelo YouTube: youtube.com/pauviola
Atrações:
29/04: Jorge Vercillo, Adelmo Casé e Samatha Tosto
30/04: Margaret Menezes e Jau (shows). Zion e Griô, Grupo Cordas e Copos e os folclóricos Marujada e Zambumba (vídeos).

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios