CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíciaTop
Trending

#Chapada: Operação cumpre mandados contra sonegação de R$12 milhões por setor supermercadista em Irecê

Ação cumpriu um mandado de prisão e cinco de busca e apreensão; a operação 'Marca-Passo' visa coletar provas para instruir investigação que apura a prática de sonegação fiscal.

Uma operação conjunta da Polícia Civil, Ministério Público Estadual (MP-BA) e Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz), intitulada de Operação Marca-Passo, cumpriu, na manhã desta quinta-feira (29), mandados de prisão e busca e apreensão contra empresas do setor supermercadista do município de Irecê, na Chapada Velha, suspeitas de sonegação de R$12 milhões.

A Operação ‘Marca-Passo’ visa coletar provas para instruir investigação que apura a prática de sonegação fiscal. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), prática consiste, primordialmente, na tática de criar empresas em nome de “laranjas” com o intuito de reduzir ou suprimir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) devido.

“As empresas envolvidas vinham sendo monitoradas pelos órgãos fazendários desde o ano de 2017, sendo que desde então foram remetidas três notícias-crime relativas ao grupo”, informou o diretor do Draco, delegado José Alves Bezerra Júnior. De acordo com o MP-BA a operação cumpriu um mandado de prisão contra o “proprietário oculto” de um hipermercado e cinco mandados de busca e apreensão.

A ação “também obteve judicialmente o sequestro de ativos das empresas e de seus sócios e laranjas, incluindo imóveis, veículos e contas bancárias, para assegurar a restituição dos valores devidos aos cofres públicos”, informa o MP-BA, em nota divulgada por assessoria.

O MP-BA explicou que “as investigações foram iniciadas pelo Cira em Barreiras, onde foram levantados indícios da prática de lavagem de capitais, com a investigação de constituição de empresas para tal fim, entre elas uma holding patrimonial, em nome da filha do líder do esquema criminoso”, pontua a nota.

Além disso, as empresas envolvidas estão sendo monitoradas pelos órgãos fazendários desde o ano de 2017. Já foram remetidas ao MP três notícias-crime relativas ao grupo. Jornal da Chapada com informações de SSP-BA e MP-BA.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios