CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúdeTop
Trending

#Chapada: Após dois dias sem casos ativos, Nova Redenção identifica mais quatro contaminados por covid-19

Desde o começo da pandemia 157 pessoas já foram contaminadas e 150 delas conseguiram vencer a doença infectocontagiosa que já matou mais de 400 mil brasileiros e brasileiras.

Quatro novos casos ativos de covid-19 foram identificados no município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, nesta sexta-feira (30), após dois dias com o boletim zerado. A informação está no boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura do município chapadeiro. Ainda existem 16 pessoas enquadradas como suspeitas de contaminação e 20 que estão sendo monitoradas.

Desde o começo da pandemia 157 pessoas já foram contaminadas e 150 delas conseguiram vencer a doença infectocontagiosa que já matou mais de 400 mil brasileiros e brasileiras. Em Nova Redenção, três quadros evoluíram para óbitos. A pasta de Saúde, sob a gestão da prefeita Guilma Soares (PT), reforça à população que é preciso colaboração de todos para a contenção da doença.

“As equipes da prefeitura de Nova Redenção continuam com ações de controle da disseminação do novo coronavírus, assim como continua o processo de vacinação dos grupos prioritários. Assim que as novas doses forem chegando, vamos avisar e segue com a vacinação para que todos sejam imunizados o quanto antes”, frisa nota da prefeitura enviada ao Jornal da Chapada.

A Secretaria de Saúde informou, ainda, que do total de 2.324 doses já recebidas 1.482 foram para a aplicação da primeira dose e 842 para a segunda. No total, já foram aplicadas 2.200 e ainda existem 124 doses em estoque. Até esta sexta-feira (30), Nova Redenção aplicou em primeira dose 882 CoronaVac e 590 Astrazeneca. Em segunda dose foram aplicadas 792 CoronaVac e 50 Astrazeneca.

Jornal da Chapada

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios